Império

“Imagina como iriam reagir se Deus fosse negro ou homossexual”, diz Aílton Graça sobre preconceito

Aílton Graça como Xana Summer em Império. Crédito: Reprodução/TV Globo Um dos motivos de Aílton Graça aceitar o papel da travesti Xana Summer foi por poder

Redação Publicado em 03/11/2014, às 10h32

Um dos motivos de Aílton Graça aceitar o papel da travesti Xana Summer foi por poder fazer um serviço contra o preconceito. Em entrevista ao jornal Extra, o ator comentou a necessidade que tem de tentar mudar o pensamento preconceituoso do público.

“Falta compreensão das pessoas. Não me interessa o que cada um faz com seu corpo, mas o exercício constante e diário de cidadania que cada um tem. Se está pagando as contas, cumprindo os deveres, exigindo os direitos e contribuindo para um mundo melhor e mais tolerante”, disse ele.

Segundo Aílton, o preconceito está arraigado na educação das famílias e uma descoberta do contrário chocaria muitas pessoas. “Imagina como as pessoas preconceituosas iriam reagir se Deus fosse negro ou homossexual”, questionou o ator.

“Na minha família tem padre, freira, pai de santo. Eu me identifico mais com o lado espírita. Acredito no que está próximo à natureza. Mas a gente senta e faz nossa ceia junto, fala sobre futebol, luta de MMA, joga baralho. Cada um com sua crença e respeitando o outro”, comentou sobre sua relação familiar.

Comentários