Cenapop
FAMOSOS

Vítima de bullying, Erika Schneider ostenta “corpo dos sonhos” e avisa: “Não faço apologia à magreza”

Ex-bailarina do Faustão e influenciadora revelou que está sem treinar

Erika Schneider disse que não quer incentivar a magreza
Erika Schneider disse que não quer incentivar a magreza - Foto: Reprodução/ Instagram@erikaschneider

Redação Publicado em 22/04/2021, às 12h30

Vítima de bullying na adolescência por ser “magra demais”, Erika Schneider recebe uma enxurrada de elogios todas as vezes que exibe as curvas nas redes sociais.

Chamada de “deusa” por muitos de seus mais de 860 mil seguidores, a ex-bailarina do Domingão do Faustão e influenciadora costuma ostentar o “corpo dos sonhos” [de acordo com muitas de suas admiradoras] em muitas fotos de biquíni, maiô e looks colados.

Ao falar sobre sua forma física, Erika explicou que “não quer incentivar as pessoas a serem muito magras” com suas postagens, e sim incentivar “as pessoas a serem mais saudáveis”:

“Não quero fazer apologia à magreza. O que eu gosto de estimular é as pessoas adotarem hábitos saudáveis. E eu sei que muitas, mesmo malhando e tendo uma alimentação saudável, não vão conseguir ter o corpo daquela influencer que afirma que: ‘se eu consigo, você também pode’. É preciso muito cuidado ao falar do corpo, porque pode afetar o psicológico de muita gente”, ressaltou ela.

Erika explicou que tem um metabolismo acelerado e uma genética que a permite entrar em forma rápido: “Não digo que é um privilégio, mas uma característica. O importante é ter um estilo de vida mais saudável e se amar da maneira que você é”, explicou.

Sem problemas para recuperar o corpo sarado, ela disse ainda que está até deixando de fazer exercícios com tanta regularidade: “Atualmente, tenho treinado bem pouco, pois as academias em São Paulo estão fechadas. Além disso, vivo uma fase em que estou me permitindo mais”, completou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Erika Schneider (@erikaschneider)

 

 

 

Comentários