FAMOSOS

Ryan Adams diz que corre risco de perder casa após ser acusado de "conduta sexual inapropriada"

Músico implora por "segunda chance" e pediu emprego a uma gravadora

Ryan compartilhou postagem após ser alvo de diversas acusações de conduta sexual inapropriada - Reprodução/Instagram/@ryanadams
Ryan compartilhou postagem após ser alvo de diversas acusações de conduta sexual inapropriada - Reprodução/Instagram/@ryanadams

Redação Publicado em 29/07/2021, às 10h28

O músico Ryan Adams está sendo alvo de diversas acusações de "conduta sexual inapropriada" e revelou que corre risco de perder sua casa, além de pedir uma "segunda chance" nas redes sociais. 

Em uma publicação já excluída, Ryan também pediu um emprego em uma gravadora, além de desabafar que está prestes a perder sua casa devido a dívidas. Sete mulheres estão acusando o músico e, entre elas, estão sua ex-esposa, a atriz Mandy Moore e a cantora Phoebe Bridgers.

Em julho de 2020, Ryan pediu desculpas publicamente e agora pediu por um contrato com uma nova gravadora por estar enfrentando problemas financeiros e ser dispensado de sua gravadora anterior.

"Eu sei que sou uma mercadoria danificada. Eu sei que sou e sei que mercadorias assim não são ideais, mas eu tive uma gravadora interessada por meses e eles me fizeram perder tempo. Estou prestes a perder meu estúdio e minha casa. Eu realmente quero uma segunda chance para fazer um pouco de música. Talvez assim eu ajude outras pessoas a acreditar que você pode sair da sarjeta e ser alguma coisa. Tenho 46 anos e estou com medo de morar no porão da minha irmã."

"Se você é uma gravadora e está interessada, por favor me avise". Na sequência, ele escreveu: "Escrevo com amor e humildade. Já fui demitido pela Capitol duas vezes. Talvez alguém ainda se importe. Por favor, se alguém apostar em mim e na minha música, vou fazer o meu melhor. Desculpe soar desesperado", disse na publicação, segundo o site New Musical Express.

Em janeiro, ele acabou sendo inocentado de uma investigação nos Estados Unidos após ter trocado mensagens de cunho sexual com uma fã menor de idade. Uma matéria publicada pelo jornal New York Times, de fevereiro de 2019 publicou as acusações das sete mulheres contra o músico. 

 

Comentários