FAMOSOS

Rainha Elizabeth usa smartphone supercriptografado com apenas dois contatos, diz site

A Rainha Elizabeth tem apenas duas pessoas como contato adicionado no celular

Rainha Elizabeth tem celular, mas é supercriptografado - Foto: Reprodução / Instagram
Rainha Elizabeth tem celular, mas é supercriptografado - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 27/11/2021, às 12h11

Aos 95 anos, a rainha Elizabeth 2° não deixou a tecnologia de lado: a monarca possui seu próprio celular, que utiliza apenas para responder a duas pessoas. Além disso, o aparelho foi supercriptografado para proteger os dados e a privacidade da rainha.

A revelação foi feita pelo jornalista Jonathan Sacerdoti, entrevistado pelo jornal "The Mirror" neste fim de semana. Segundo ele, os dois contatos que a rainha mantém em seu celular são de sua filha, a princesa Anne, e de John Warren, amigo pessoal e agente que cuida de seus interesses sobre criação e corrida de cavalos.

"Aparentemente, a Rainha tem duas pessoas com quem fala com frequência usando seu celular e ela aparentemente tem um celular Samsung modificado com criptografias anti-hacker criadas pelo MI6 (a agência de inteligência britânica), para que ninguém consiga invadir seu telefone", disse Sacerdoti na entrevista.

Ele prosseguiu: "Essas duas pessoas são sua filha, princesa Anne, e seu agente de corridas John Warren. Se John a liga, ela atende. Ele é genro de um amigo da Rainha, o falecido Conde de Carnarvon".

Segundo a publicação, John virou amigo de Elizabeth há vários anos e foi designado por ela para cuidar de seus interesses relacionados à corrida de cavalos e a criação dos animais. A rainha é apaixonada por cavalos, praticou hipismo durante anos e é adepta das apostas em corridas há mais de 70 anos.

Já Anne é a única filha mulher da rainha. Atualmente com 71 anos, ela divide com a mãe a paixão por cavalos: como hipista, participou das Olimpíadas de 1976. Ela teve mais três filhos: Charles, 73 anos; Andrew, 61 anos; e Edward, 57 anos -- todos com príncipe Philip, morto no primeiro semestre deste ano.

Comentários