FAMOSOS

Monique Curi ajuda e faz vaquinha para Mabel Calzolari, internada após 10 cirurgias

Mabel luta contra doença rara chamada aracnoidita torácica, inflamação na medula

Monique criou vaquinha virtual para ajudar a atriz - Reprodução/Instagram
Monique criou vaquinha virtual para ajudar a atriz - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 09/06/2021, às 08h20

Monique Curi, atriz e jornalista, falou sobre ter criado uma vaquinha virtual para ajudar a também atriz Mabel Calzolari, que sofre com uma doença rara chamada aracnoidita torácica, uma inflamação na medula. 

Em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, Monique conta que conheceu a história de Mabel ao entrevistá-la em seu canal no Youtube, no ano passado: "Eu tenho uma filha de 18 anos e fiquei muito sensibilizada com a história da Mabel. Eu brinco que ela virou minha filha adotiva."

Ela prosseguiu: "Ela mora com a mãe dela e tem um filho ainda bebê - que é fruto de seu relacionamento com o ator João Fernandes. A mãe, que é cabeleireira, não está podendo trabalhar porque cuida dela o tempo todo. Por isso, tenho cuidado das questões burocráticas do dia a dia delas. Também consegui fazer um plano de saúde para ela recentemente. Eu pago uma parte, uma amiga minha ajuda com outra e o restante vem da vaquinha."

Com o objetivo de arrecadar R$ 50 mil, o valor foi alcançado com a ajuda de atrizes como Tatá Werneck e Isis Valverde. Mesmo assim, com o agravamento do problema, a jornalista aumentou a meta para R$ 100 mil: "Os gastos que ela tem tido são enormes. Tudo está muito bem detalhado. Não há nada que não esteja ligado aos medicamentos ou a itens fundamentais para o seu dia a dia. Já foram mais de dez cirurgias na coluna. Ela tem, por exemplo, feridas enormes que não fecham e precisam de curativos especiais que custam R$ 100."

"Eles têm que ser trocados com frequência. Além disso, a Mabel não está andando, tem tido espasmos e faz febre diariamente há quatro meses. Os médicos não conseguem encontrar uma solução para o problema. Com isso tudo, ela acabou desenvolvendo síndrome do pânico e vem tendo também acompanhamento psiquiátrico". 

Com uma alta de apenas quatro dias, em dezembro, Mabel encontrou Monique: "Foi muito emocionante esse encontro. Essa menina é uma guerreira, tem um astral maravilhoso. Além dos medos e do sofrimento por conta da doença, ela enfrentou ataques nas redes por ter ganhado peso no ano passado devido aos corticoides. É muito difícil tudo isso que ela está passando. O que eu espero é divulgar a situação dela para conseguirmos ajudar não só com a vaquinha, mas também para encontrar uma solução na ciência", completou.

Comentários