FAMOSOS

Lucy Liu confirma atrito com Bill Murray no set de As Panteras: "Não me arrependo"

Entenda a confusão que envolveu Lucy Liu e Bill Murray no set do filme

Lucy disse não ter "nada contra" Bill atualmente, além de ter tido interações "agradáveis" com o comediante - Reprodução/Columbia Pictures
Lucy disse não ter "nada contra" Bill atualmente, além de ter tido interações "agradáveis" com o comediante - Reprodução/Columbia Pictures

Redação Publicado em 28/07/2021, às 09h15

Lucy Liu confirmou nessa semana uma das maiores lendas de bastidores de Hollywood nos últimos anos: ela bateu no ator Bill Murray, durante as gravações de As Panteras".

A atriz fez a afirmação durante entrevista ao podcast Asian Enough, do jornal Los Angeles Times, e explicou ter se defendido dos insultos praticados por ele nos bastidores do longa-metragem, que também era estrelado por Drew Barrymore e Cameron Diaz.

O famoso relato dizia que Bill -- conhecido por ser um ator difícil de trabalhar -- interrompeu uma cena durante as gravações dizendo: "Que diabos você está fazendo aqui? Você não pode atuar".

Lucy afirmou ao podcast que o elenco refez a cena em questão, sem Murray, no fim de semana antes do fim das filmagens. A atriz lamentou não poder acrescentar muito às mudanças, pois "foi a última a ser escalada e provavelmente teve o menor privilégio em termos de participação criativa na época".

A atriz detalhou como Bill começou a lançar diversos insultos continuamente, e sentiu que os comentários eram direcionados especificamente a ela:

Não pude acreditar que eles pudessem ser dirigidos a mim, porque o que eu tenho a ver com algo muito importante naquele momento? Eu literalmente olho em volta do meu ombro, tipo, com quem ele está falando atrás de mim? Eu disse: 'Sinto muito. Você está falando comigo?' E claramente ele estava, porque então começou a se tornar uma comunicação individual.

Segundo Lucy, "parte da linguagem era imperdoável e inaceitável" e afirmou que não "ficaria parada e aceitar": "Então, sim, eu me defendi e não me arrependo. Porque não importa o quão baixo você esteja na hierarquia ou de onde quer que você venha, não há necessidade de condescender ou colocar outras pessoas para baixo. E eu não iria desistir, e nem deveria".

Atualmente, Lucy afirma não ter nada contra o comediante, além de já ter tido interações "agradáveis" com ele desde o episódio.

Liu garantiu que foi procurada por diversos membros da equipe da produção durante os anos seguintes, dizendo que "eles estavam realmente gratos". A atriz ainda disse que por sua condição e posição na indústria cinematográfica, sofreria injustiças por sua atitude: "Lembro que depois daquela época o que saiu na imprensa foi que eu era isso e aquilo. Foi incrível para mim como tudo mudou e eles automaticamente pensaram que a mulher era a difícil."

"Mas eu não entendi como isso mudou quando eu não tive nada a ver com instigá-lo ou criar aquela plataforma de confronto ou ansiedade. Portanto, embora tenham se passado décadas, é algo que obviamente me lembro muito intimamente e não esqueci", completou.

 

Volta da polêmica

No dia 10 de julho, um produtor-assistente do filme, Shaun O'Banion, apareceu no Twitter e falou sobre a briga entre Lucy Liu e Bill Murray, testemunhando sobre o que viu nos bastidores.

De acordo com ele, o ator fez mudanças no roteiro sem consultar ninguém da produção. Lucy reclamou, dizendo que a atitude era "inaceitável" sob seu ponto de vista, ao que Bill respondeu: "Eu não sei por que você está reclamando. Eu te dei mais falas. Quer dizer... Olha quem está aqui com você. Você é uma atriz de TV, isso aqui é a coisa de verdade".

Nesse momento, Lucy se irritou e disparou ofensas ao ator, e saiu do set chorando, enquanto Cameron Diaz tentava acalmar os ânimos junto com Drew Barrymore. Ainda segundo o relato de Shaun, Bill Murray se desculpou posteriormente.

Por fim, o produtor disse que Bill mudou de comportamento com o passar dos anos, tendo trabalhando com ele em outro filme e notado que a atitude do artista se tornou mais tranquila, sem maiores problemas.

Em 2009, Bill falou sobre o caso e afirmou: "Eu vou te rejeitar completamente se você não é profissional quando trabalha comigo... Quando nosso relacionamento é profissional, e você não faz isso, esqueça", disse ele, de acordo com o site NME.

Comentários