Cenapop
FAMOSOS

Luciana Gimenez processa Antônia Fontenelle e pede R$ 10 mil de indenização

Apresentadora da RedeTV! pede que youtuber não cite mais seu nome

Luciana Gimenez entrou com ação de danos morais contra Antônia Fontenelle
Luciana Gimenez entrou com ação de danos morais contra Antônia Fontenelle - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 13/04/2021, às 15h46

Luciana Gimenez entrou na Justiça para impedir que a youtuber Antônia Fontenelle volte a citar seu nome. As informações são da coluna de Fábia Oliveira, no jornal "O Dia", publicada nesta terça-feira (13/04).

Foi no canal de Fontenelle no YouTube que o senador Jorge Kajuru chamou Gimenez de "mulher de programa". Depois de processar o político e divulgar uma carta aberta para falar sobre os ataques que recebeu, a apresentadora voltou-se contra a ex-mulher de Marcos Paulo. O processo tramita sob o número 1003538-0720218260011, no Foro Regional de Pinheiros, da Comarca de São Paulo, SP.

Na ação, Gimenez pede que Fontenelle seja condenada a indenizá-la por danos morais, em um valor superior a R$ 10 mil. A justificativa dada é de que a youtuber foi "omissa como entrevistadora", ao ver os ataques de Kajuru e não tomar atitude.

Ela também pede, na mesma ação, que Fontenelle seja impedida de citar seu nome em qualquer veículo de imprensa, e que também não possa falar sobre ou divulgar detalhes de sua vida pessoal. A multa de descumprimento seria em torno de R$ 20 mil.

Fala polêmica de Kajuru

Kajuru, notório polemista, ofendeu Luciana ao falar sobre o relacionamento dela com o roqueiro Mick Jagger em participação no canal de Fontenelle.

“Sobre a Luciana Gimenez, eu não tenho nada a falar. Não falo sobre mulher de programa. Dane-se. Ela já me processou, pode processar de novo. É uma mulher desqualificada, tanto que virou o que virou por 30 segundos com o Mick Jagger. Ou você acha que foi por amor?”, esbravejou o ex-apresentador e atual senador por Goiás.

Ele prosseguiu: “E ela sabe que eu sei da história toda. Ela foi contratada para ficar com o Mick Jagger. Eu falei isso mesmo porque para mim ela não tinha respeito com os colegas. Eu trabalhei com ela na RedeTV!. Ela chegava como se fosse dona. Depois acabou se casando com um dos sócios da RedeTV!, para você ver que a vida dela sempre foi de interesse", acusou.

Pouco depois, a própria Luciana divulgou a carta aberta em que falou sobre a situação. "Todos os dias mulheres são atacadas fisicamente e psicologicamente por homens machistas e misóginos. E a forma que esse tipo de pessoa sorrateira usa para atingir e calar uma mulher é através de sua honra, sua estabilidade psíquica ou sua integridade física", começou a apresentadora da RedeTV!.

Ela prosseguiu: "Muitas vezes eles conseguem entrar em nossas mentes e nos quebrar em vários pedaços. E mais uma vez vamos lá e recolhemos nossos caquinhos, porque somos resilientes, mas isso precisa acabar", prosseguiu ela em outro trecho.

O caso repercutiu nas redes sociais, e o ex-marido de Luciana, o apresentador e sócio da RedeTV! Marcelo de Carvalho, saiu em defesa dela no Twitter. Dias depois do ocorrido, Luciana conseguiu uma ordem judicial contra o senador.

Fontenelle reage

Na tarde de hoje, pouco depois da divulgação do processo motivo por Gimenez, Antônia Fontenelle foi ao Instagram e fez uma publicação que pode ser considerada uma "indireta" a respeito de toda a situação.

A youtuber publicou uma selfie, e na legenda escreveu: "Cada vez que defendemos um ideal, ou agimos para melhorar a sorte dos outros, ou contra a injustiça, enviamos uma pequena onda de esperança, e cruza-se entre milhões de diferentes centros de energia, e essas ondulações constroem uma corrente que pode varrer as paredes mais poderosas de opressão e resistência".

Até o momento, nenhuma das partes se manifestou publicamente a respeito do processo.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por ladyfontenelle (@ladyfontenelle)

 

Comentários