Cenapop
FAMOSOS

Cobra aparece na porta da casa de Lívia Andrade: "Não tenho medo"

Apresentadora disse que acontecimento é comum, pois ela mora no "meio do mato"

Apresentadora tirou o animal sem matar
Apresentadora tirou o animal sem matar - Reprodução/Instagram@liviaandradereal

Redação Publicado em 13/05/2021, às 10h25

Lívia Andrade encontrou uma visita um pouco inusitada em sua casa, na região metropolitana de São Paulo. A apresentadora compartilhou um vídeo em seu perfil no Instagram, mostrando uma cobra na porta da sua casa.

Ela contou como lidou com a situação:"Como eu moro no meio do meio do mato, apareceu. Muita gente está perguntando e vou dizer: não matei a cobra. Peguei a cobra e a levei para longe. Foi difícil porque ela teimava e voltava. Se ela voltar e bater na porta novamente, vou convidar para entrar e tomar uma xícara de café (risos)", brincou.

A apresentadora mostrou se importar com o bicho: "Não tenho medo de cobra, mas a gente tem que ter cautela. Temos que tomar cuidado especialmente com as cobras e venenosas -- e essas eu estou bem acostumada a encontrar no meu caminho. A gente vai aprendendo a lidar com essas coisas e vai sobrevivendo ao veneno e ficando mais forte".

Lívia diz que a cobra não era venenosa: "Aparentemente, a cobra que apareceu em casa é uma muçurana e as muçuranas não têm veneno. Dizem que tem gente que cria essas cobras, em propriedades rurais, porque elas se alimentam de outras serpentes venenosas".

"Quando fui pegá-la para tirar de perto de casa, ela abria muito a boca, que era branquinha por dentro. Ela não arregou para mim, não. Ela era teimosa. Eu tirava, ela voltava, vinha para perto, vinha minha direção, mas não levei chibatada", explica.

Ela falou sobre o significado da aparição: "Neste ano, não foi a primeira vez que cobras apareceram para mim -- e nem foram na mesma casa, nem no mesmo país. O que eu acho disso? Acho que são sinais, avisos. Qual a relação desses acontecimentos com a minha vida? É como se fosse uma perseguição porque são em diferentes lugares. A cobra vai até onde eu estou, chega até a porta, olha para a minha cara. A mensagem que tiro disso é: a maldade, o veneno e a perseguição continuam direcionadas a você. Não importa o país, a casa, o hotel".

Lívia finaliza: "Representa a regeneração, a tranformação, a saúde e a cura. Não é à toa que ela está no símbolo da medicina, por também ser proteção, capacidade de adaptação...", disse. "Não sei a religião de vocês, mas tenho muita fé. Minha religião é fé e liberdade. Acho que a fé une e a religião separa. Escolhi ter fé. Gosto de ter a liberdade de frequentar todas [as religiões]. Todas são importantes e têm muitos pontos positivos e alguns negativos. Se a pessoa é boa, ela vai ser boa frequentando qualquer religião, qualquer ambiente, qualquer lugar. Se a pessoa é ruim, ela vai ser ruim em qualquer religião, ambiente e lugar".

Comentários