FAMOSOS

Kelly Clarkson deve pagar mais de R$ 1 milhão de pensão ao ex-marido

Acordo determina que mais de R$ 235,7 mil são apenas de gastos destinados a Brandon Blackstock

Cantora ganha cerca de R$ 7,7 milhões por mês e deve arcar com os custos, a partir de abril
Cantora ganha cerca de R$ 7,7 milhões por mês e deve arcar com os custos, a partir de abril - Reprodução/Instagram/@kellyclarkson

Redação Publicado em 28/07/2021, às 08h20

A cantora Kelly Clarkson terá de pagar mais de R$ 1 milhão a Brandon Blackstock, seu ex-marido, com quem esteve casada entre 2013 e 2020, segundo o portal Radar Online

Segundo documentos, a Corte Superior de Los Angeles revelou que Kelly deverá arcar com os custos, pagando valores retroativos, baseado em sua renda mensal de mais de R$ 1,5 milhão. 

Os custos são referentes às despesas aos seus filhos, River Rose, de 7 anos, e Remington Alexander, de 5 anos. A cantora deverá pagar cerca de mais de R$ 235,7 mil, destinados ao ex-marido, relacionados aos gastos dos filhos. Os documentos ainda afirmam que o empresário "precisou mudar de vida por conta do divórcio e se tornar um fazendeiro em tempo integral."

Kelly também deverá pagar mais R$ 6,4 milhões de gastos com advogados, além de custos profissionais gastos pelo ex-marido por conta do divócio. O divórcio ainda não foi finalizado, mas a ordem de pensão temporária irá cobrir os cutos até que um acordo seja alcançado.

Como o Radar relatou anteriormente, Clarkson pediu o divórcio em junho de 2020. A separação foi extremamente controversa, devido ao fato de Blackstock ter sido gerente da ex por anos. Depois que o divórcio foi arquivado, a ex-administradora da cantora a acusou de dever US $ 1,4 milhão em comissões não pagas. Ela respondeu acusando-os de violar as leis dos agentes de talentos e está lutando contra eles na Comissão do Trabalho da Califórnia. Ela nega estar devendo um centavo a eles. O caso ainda está em andamento.

Comentários