FAMOSOS

Juliette revela ter assistido ao BBB 21 inteiro e confessa: "Eu era chata"

Juliette Freira foi a convidada do Podcats nesta terça-feira (25/01) e falou sobre o BBB 21

Juliette Freire participa do Podcats nesta terça-feira (25/01) - Foto: Reprodução / YouTube
Juliette Freire participa do Podcats nesta terça-feira (25/01) - Foto: Reprodução / YouTube

Redação Publicado em 25/01/2022, às 21h26

Juliette Freire foi a convidada do podcast "Podcats" nesta terça-feira (25/01), e fez revelações curiosas sobre sua vida pós-BBB -- no ano passado, a advogada se consagrou campeã do reality show, e emendou uma bem-sucedida carreira como cantora.

No entanto, ela revelou ter visto toda a sua participação no reality show, e declarou não ter gostado muito de si mesmo no programa.

Assisti tudo que passou na TV, mas é loucura. Eu fiquei com abuso de mim no início, falei 'como eu gritava'. Eu era chata.

Em seguida, Juliette também comentou sobre sua relação com Fiuk durante o confinamento. "Todo mundo pensa que quando entrei na casa eu paquerei o Fiuk, mas não paquerei. Ele estava muito nervoso, muito ansioso e aí falei 'vou quebrar o gelo' e resolvi brincar: 'Meu deus, casa comigo'. Acho que a galera começou a curtir, achou engraçado e a edição também. Quando entrei na casa me afastei totalmente dele porque aí ele já estava de boa. Era brincadeira, mas as pessoas levaram a sério", recordou.

 

Juliette também falou sobre a dificuldade de comunicação com os outros confinados nos primeiros momentos do BBB. "Na primeira semana eu fui engolida. Eu teria saído (nos primeiros dias) com certeza. Todo mundo me falava isso, ou você me ama ou pega ranço, e depois que você me conhece você entendeu meu jeito, olhares, expressões, brincadeiras".

Na primeira vez dificilmente as pessoas me amam, mas depois elas me entendem. Minhas amigas diziam 'se você não for pro primeiro paredão você ganha, o medo é sair na primeira'.

Então, explicou o momento que atravessou. "Quando me deram aquela imunidade falei 'estou salva', mas aí teve todo aquele conflito. Eu não conseguia falar, não conseguia ser eu. Depois comecei até a falar sozinha. Na primeira festa eu chegava e as pessoas saíam. Foi quando Camilla conseguiu falar comigo e eu consegui me reconectar comigo. Pensei em desistir várias vezes, na primeira semana cheguei até a falar".

Comparações e amizades

A cantora, advogada e influencer voltou um pouco no tempo e relembrou quando foi chamada para o programa, dizendo que mal teve tempo para arrumar as suas malas quando a produção do BBB chegou em sua casa para levá-la para o Rio de Janeiro, e comentou sobre as comparações que vem recebendo com Eslovênia, participante do BBB 22.

 "É um estereótipo. Entendo que pelo sotaque, mas aí tem uma pitadinha de rotular, por causa da região. Mas com um tempinho isso cai por terra, a personalidade fala", garantiu.

Juliette também revelou quais são os participantes do BBB 21 com quem mantém contato até hoje: Camilla de Lucas, Carla Diaz, Pocah, João, Rodolffo e Gil do Vigor. "Os outros é só 'Oi, tudo bom, boa sorte, feliz aniversário'", frisou, acrescentando que com Karol Conká ela nunca mais teve contato quando o programa acabou.

Por fim, declarou que pretende consolidar sua carreira na música em 2022. "Estou muito nova, muito verde nesse mundo que é muito difícil e tem que se dedicar muito. Que eu siga em paz e continue vendo sentido em tudo isso", disse, afirmando na sequência que ainda não gastou o dinheiro que ganhou.

"Deixa passar um tempo, as coisas acalmarem para eu olhar de fora e pensar 'quero investir nisso ou aquilo'. Na Paraíba minha mãe tem a casinha dela, meus irmãos tem as deles, eu não tenho, não tenho nem um carro, não tenho nada, não comprei nada. Sou muito mão de vaca. Eu penso duas, três vezes antes de comprar", destacou.

Comentários