FAMOSOS

Fagner diz que Roberto Carlos persegue artistas de sucesso: "Tá brincando?"

Fagner "mandou a real" sobre Roberto Carlos, que foi defendido por Michael Sullivan

Fagner reclama que Roberto Carlos "persegue" outros artistas nos bastidores
Fagner reclama que Roberto Carlos "persegue" outros artistas nos bastidores - Foto: Reprodução / YouTube

Redação Publicado em 30/07/2021, às 19h08

Durante participação em um podcast, Fagner afirmou que Roberto Carlos tem o costume de "perseguir" outros artistas de sucesso. Também convidado pelos entrevistadores, o compositor Michael Sullivan defendeu o Rei.

O papo aconteceu durante o podcast Corredor 5, disponível no YouTube. Eles conversavam sobre o sucesso do cantor Ritchie, que estourou no Brasil nos anos 80 com a música Menina Veneno.

"O Ritchie, quem levou para a Odeon foi o Mayrton Bahia. Mostrou em todas as salas Menina Veneno e ninguém quis. Eu ouvi Menina Veneno, mas não dava muita opinião, na época. Eu só falei assim: 'Vocês enlouqueceram? Não vão ficar com o Ritchie, com essa pessoa que o Mayrton trouxe?' Disseram: 'Ah não, o pessoal não gostou'. Todo mundo ouviu. Tinham quatro ou cinco diretores artísticos ali e todos ouviram. Eu tava lá. Um mês depois era primeiro lugar no Brasil inteiro", relembrou Sullivan.

Em seguida, foi levantada a história de que o sucesso de Ritchie incomodou Roberto Carlos, que teria pedido para a gravadora "abafar" o trabalho do cantor. Sullivan, então, disse que se trata de uma mentira.

"Roberto não se preocupa com nada, porque ele sabe que é grande. Isso tudo é folclore. As pessoas acham que o Roberto é sucesso porque ele tem inveja das pessoas... O Roberto é sucesso porque ele tem um talento absurdo", explicou.

A fala, no entanto, causou reação em Fagner, que resolveu deixar o estúdio para fumar, mas não sem antes deixar sua opinião sobre o assunto. "Tô indo fumar porque tá rolando muita mentira. Roberto não persegue? Tá brincando?", reclamou o artista.

Sullivan continuou defendendo Roberto Carlos: "Eu conheço o Roberto de perto, de quando eu cheguei em 1970 e gravei com ele Amada Amante, que foi quando eu conheci mesmo o Roberto a fundo. Ele gravou quatro ou cinco músicas minhas".

O Roberto ele se preocupa com ele dia e noite. Pode ser que ele tenha reclamado de alguém, que está divulgando muito o fulano e não divulga o dele. Igual o Fagner falou: 'Tô saindo porque tu só pensa no fulano e esquece de mim'. Então qualquer artista tem isso.

"Agora, de puxar tapete eu não acredito jamais isso do Roberto. O Roberto é um cara que se preocupa com tudo que está acontecendo em volta dele. A música para ele é tudo. O Roberto vive a música dia e noite. Então surgiu alguém novo, ele fica ligado. Mas é normal", relatou o compositor, considerado um dos maiores "hit-makers" do Brasil.

Comentários