FAMOSOS

Diretor da nova franquia de 007 relata discussões sobre substituto de Daniel Craig

Cary Joji Fukunaga disse que conversou com a produtora sobre o tema

Daniel Craig chegou a falar sobre a vontade de deixar a franquia, mas aceitou fazer o quinto filme
Daniel Craig chegou a falar sobre a vontade de deixar a franquia, mas aceitou fazer o quinto filme - Reprodução/Youtube

Redação Publicado em 26/07/2021, às 10h18

Cary Joji Fukunaga, diretor da nova franquia de 007 falou sobre as discussões em relação aos possíveis substitutos de Daniel Craig para interpretar o espião James Bond, durante conversa com a revista inglesa Total Film

Cary disse que chegou a conversar com a produtora da franquia sobre o tema antes de ter sido contratado para poder dirigir o filme. Daniel viveu o espião desde o lançamento de 007 - Cassino Royale, em 2006. O ator chegou a revelar que iria deixar a franquia após a sequência 007 - Contra Spectre, de 2015, mas acabou aceitando fazer o quinto filme.

Por conta da pandemia da Covid-19, o novo longa, 007 - Sem Tempo para Morrer, foi adiado mais uma vez e teve sua estreia marcada para setembro de 2021.  A produtora Barbara Broccoli contratou Cary para substituir Danny Boyle, que deixou a produção por "discordâncias criativas" pouco tempo antes do ínicio das filmagens.

Cary ainda revelou ter tentado ficar com o cargo de diretor do filme dois anos antes de ter sido contratado. Ele jantou com a produtora para falar de negócios e discutiram sobre um possível substituto para Daniel. Na entrevista, o cineasta ainda explicou: "Há dois anos eu levei a Barbara para o meu restaurante japonês favorito de Nova York, tentei impressioná-la com vinho e comida. Naquela época o Daniel havia dito que não faria outro filme, então cogitamos vários possíveis candidatos, o que foi muito divertido."

"Falei com ela como amava o Bond, como ele era importante para mim na minha infância e como seria honra caso ela me considerasse para a direção do próximo". No entanto, Daniel ainda não chegou a se pronunciar sobre sua possível saída da produção após o lançamento do novo filme. A imprensa internacional cogitou a ideia de que o longa possa ser seu último trabalho. 

Comentários