Cenapop
FAMOSOS

"As pessoas seguem um padrão de beleza que busca a perfeição", diz influencer Dienny Walser

Ela diz que nunca fez nenhuma cirurgia plástica, mesmo com clínicas para parcerias

Dienny Walser é influencer no Instagram e diz negar propostas de parcerias
Dienny Walser é influencer no Instagram e diz negar propostas de parcerias - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 23/04/2021, às 10h55

Em um mundo de selfies editadas, fotos com mil filtros e aplicativos de edição de imagem, o padrão de beleza continua afetando a autoestima de muitas mulheres.

Com isso, a realização de cirurgias plásticas para mudar o rosto e o corpo se tornam cada vez mais comuns, especialmente entre as influencers.

A influenciadora Dienny Walser, porém, confessa que nunca realizou nenhuma plástica, mesmo já tendo sentido vontade. “Por cobranças internas e externas, já pensei sim em fazer, mas acredito que não é minha prioridade nesse momento”, afirma.

Ela também revela que já recebeu vários convites de clínicas para parcerias no Instagram, contudo nunca aceitou nenhum deles. "Quase não faço parcerias porque tenho muito critério na hora de fechar contrato", explica.

"Não consigo divulgar algo que eu não traria para minha vida de forma natural, ou divulgar algo que não concordo e que não seria interessante para meus seguidores somente por estar sendo paga para isso", prosseguiu.

"Sei que sou referência"

Dienny entende que sua fama como influencer também envolve responsabilidades. Portanto, enxerga que precisa dar um exemplo para quem acompanha o seu conteúdo, especialmente as mulheres mais novas.

"Sei que sou referência para muita gente que me segue. Por conta disso, tomo muito cuidado com o que posto, com o que falo, para que eu traga sempre mensagens positivas e que não soem como uma pressão e cobrança para ninguém, principalmente nessa questão da beleza", aponta.

Durante a pandemia do coronavírus, o número de mulheres que recorrem às cirurgias plásticas aumentou. Ela acredita que a internet possa ter influenciado esse fenômeno, já que, com a quarentena e o isolamento social, as pessoas têm passado mais tempo conectadas no ambiente digital. Nas redes sociais, segundo a influenciadora, a pressão estética segue sendo intensa.

"Infelizmente, as pessoas seguem um padrão de beleza que busca a perfeição. Logo, quem possui recursos financeiros acaba procurando tratamentos e cirurgias estéticas. Não vejo tanto problema, a não ser que prejudique a saúde e não seja tão recorrente, como se fosse a única alternativa para fazer aquela mulher se sentir bonita, capaz e feliz consigo mesma", defende.

"Todos estão muito ligados à internet"

Ela explicou seu ponto de vista: "Com a pandemia, todos estão muito ligados à internet. Vejo que isso acaba, de certa forma, influenciando quem já está insatisfeito com sua aparência, porque essas pessoas, mais do que nunca, consomem o conteúdo das personalidades que elas têm como referencial no online".

Ela torce para que, no futuro, as cirurgias plásticas sejam menos banalizadas. “Alguns desses procedimentos, inclusive, são super invasivos. Eles requerem repouso e cuidado no pós-operatório, além de serem doloridos. Lógico que se for algo que vai te fazer bem, não tem por que não fazer. Mas a prioridade precisa ser buscar a autoestima no seu interior, antes de qualquer outra coisa”, completa.

Comentários