FAMOSOS

Bruno Santos, primogênito de Walkyria Santos, desabafa sobre morte do irmão: "Perdi uma parte de mim"

Bruno Santos lamentou que a internet utilize discursos de ódio nas redes sociais

Jovem comentou que não sabe como vai superar a perda e mandou mensagem para o irmão - Reprodução/Instagram/@oficial.brunosantos/@walkyriasantosoficial
Jovem comentou que não sabe como vai superar a perda e mandou mensagem para o irmão - Reprodução/Instagram/@oficial.brunosantos/@walkyriasantosoficial

Redação Publicado em 05/08/2021, às 08h06

Filho mais velho da cantora Walkyria Santos, Bruno Santos fez um desabafo e lamentou a morte do irmao, Lucas Santos, de 16 anos, que foi encontrado morto em casa, nesta terça-feira (03/08).

Lucas tirou a própria vida após ter recebido diversos comentários homofóbicos ao publicar um vídeo ao lado de um amigo no TikTok.

Em seu Instagram, Bruno declarou: "Ainda sem acreditar em tudo isso. Perdi uma parte de mim, que nunca mais vai voltar. Por causa do ódio gratuito nas redes, meu irmão se foi, por causa de pessoas que se acham no direito de julgar e apontar, ele se foi".

Ele, que também é cantor ainda, afirmou que boa parte dos usuários de redes sociais usam as ferramentas para destilar ódio, e essa é a maior causa da morte do irmão mais novos.

A internet é um ambiente doentio e podre. Cheio de pessoas que se acham no direito de julgar o outro, apontar, decidir se isso é certo ou não, baseado apenas no que elas acreditam. E, caso vá contra o que acreditam, o próximo passo é 'cancelar', como se fossem um usuário e senha de um joguinho. Mas isso não é um jogo, gente. Isso é a porra da vida real. E eu, simplesmente, não consigo entender de onde vem tanto ódio. O meu irmão se foi. Mas ele não tirou a  própria vida, não. A internet matou ele. Comentários de ódio mataram ele. Os juízes da internet mataram ele.

Mandando uma mensagem para o irmão, ele afirmou que não sabe como vai superar a perda: "O que nos falta é mais amor. Meu coração está em pedaços e não sei como vou colar de novo. Eu te amo, meu irmãozinho", lamentou.

"Que Deus te guarde no melhor lugar, ao lado dele. Estarei aqui te dando orgulho, porque sei que você está assistindo a tudo daí de cima. Prometo que sua morte não passará em branco. As pessoas ainda vão me ouvir. Prometo que vou dar minha vida para salvar todos dessa crueldade, para que não passem pelo que você passou", completou.

Walkyria: "Dói mais que ontem"

Walkyria Santos conversou com seus seguidores e fãs através de uma live feita em seu Instagram na manhã desta quinta-feira (05/08). Visivelmente muito abalada e chorando, Walkyria lamentou muito a perda do filho.

"Hoje está mais difícil que ontem. A gente não para de chorar, a dor não passa, não. Vou lutar atrás de uma lei. Uma lei que vai ter o nome do meu filho, do meu anjo", comentou Walkyria, deixando claro que pretende fazer algo sobre o cyberbullying que seu filho sofreu.

Walkyria ainda pediu apoio dos fãs para poder denunciar as contas fakes que estão surgindo com o nome de Lucas.

"Se vocês puderem denunciar esses perfis que estão aparecendo. O povo não tem o que fazer, meu Deus. Aqui está muito difícil, a gente nem pode chorar. Uma hora quer chorar por causa das crianças. Não posso chorar na frente da minha filha, que fica nervosa. Do meu sobrinho... Não queira perder um filho, não. É uma dor muito grande. Só Deus", concluiu.

Também na manhã de hoje, o porta-voz do TikTok no Brasil se manifestou sobre a tragédia com Lucas Santos, dizendo que a rede social procura fomentar um "ambiente acolhedor e inclusivo".

"Estamos profundamente tristes com esta tragédia. Temos como nossa principal prioridade dar apoio ao bem-estar da nossa comunidade e fomentar um ambiente acolhedor e inclusivo, onde todos se sintam seguros para se expressar de forma autêntica", disse um trecho do documento, publicado pela Quem.

O porta-voz prosseguiu: "Comentários de ódio, que violam nossas políticas e prejudicam nossa comunidade, são removidos da nossa plataforma. Também trabalhamos com especialistas, como o CVV, para dar apoio e oferecer recursos para qualquer pessoa que possa estar passando por um momento difícil. Enviamos nossos sentimentos mais sinceros para a família e amigos do Lucas", finalizou.

Caso precise de ajuda, procure um médico, psicólogo, amigo ou familiar, ou entre em contato com o CVV- Centro de Valorização da Vida (188).

Bruno Santos lamenta morte do irmão
Bruno Santos lamenta morte do irmão - Foto: Reprodução/Instagram

 

Bruno Santos lamenta morte do irmão
Bruno Santos lamenta morte do irmão - Foto: Reprodução/Instagram

 

Bruno Santos lamenta morte do irmão
Bruno Santos lamenta morte do irmão - Foto: Reprodução/Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários