FAMOSOS

Benedict Cumberbatch fala de masculinidade tóxica e afirma que homens precisam "calar a boca e ouvir"

Benedict Cumberbatch refletiu sobre masculinidade e falou da importância do tema

Ator está divulgando seu novo filme, Ataque dos Cães, lançado na última semana - Foto: Reprodução
Ator está divulgando seu novo filme, Ataque dos Cães, lançado na última semana - Foto: Reprodução

Redação Publicado em 25/11/2021, às 09h09

Benedict Cumberbatch, 45 anos, refletiu sobre masculinidade tóxica e falou da importância do tema, criticando comportamentos defensivos de alguns homens, em entrevista à Sky News.

Benedict compartilhou sua opinião: "Precisamos consertar o comportamento dos homens. Você tem que levantar a tampa do motor um pouco. Acho que é sempre relevante e – em um mundo que está questionando, atacando e finalmente apontando as inadequações do status quo e do patriarcado – é ainda mais importante."

Ele prosseguiu: "Você tem esse tipo de aspecto de revolta, essa negação, esse tipo de posição defensiva infantil de ‘nem todos os homens são maus’. Só temos que calar a boca e ouvir."

O astro de Doutor Estranho ainda ressalta que não os homens não reconhecem o suficiente os abusos e vantagens que tiveram e ainda têm sobre mulheres: "Precisamos fazer talvez o que o filme faz também, que é examinar a razão por trás do comportamento opressivo para corrigir os homens", completou Cumberbatch.

Divulgando seu novo filme, Ataque dos Cães, lançado na última semana, Benedict contou, em entrevista à revista britânica Esquire, que teve intoxicação por nicotina três vezes por excesso de fumo para as filmagens do longa de velho oeste

Comentários