Cenapop
FAMOSOS

BBB 20: Após comentário polêmico sobre ativismo, Pedro Scooby pede desculpas a fãs de Rafa

Surfista criticou quem faz ativismo na África, mas "esquece" do Brasil

Pedro Scooby se desculpou por declarações que ofenderam fãs de Rafa Kalimann
Pedro Scooby se desculpou por declarações que ofenderam fãs de Rafa Kalimann - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 30/03/2020, às 09h11

No fim de semana, Pedro Scooby entrou em uma polêmica ao falar sobre o ativismo de Rafa Kalimann, do BBB 20, na África. O surfista fez um comentário no Instagram no último domingo (29/03) criticando a postura da sister.

"Se ela ajuda lá, mas ajuda aqui, ótimo! Tá fazendo! O que é f*da é que tem gente que vai lá na África, faz foto como se fosse um safári e chega aqui, não ajuda a comunidade do lado de casa, não para pra dar uma água ou uma comida pra moleque no sinal! Sendo que no Brasil temos sim lugar onde as pessoas ainda morrem de fome, não têm acesso ao SUS, não tem água! Mas se faz e faz de coração está tudo certo também", disse ele na ocasião.

Na manhã desta segunda (30/03), o surfista resolveu se explicar a respeito do comentário, que foi interpretado como ofensivo pelos fãs de Rafa.

"Eu fiquei pensando numa coisa. Duas coisas que eu aprendi pela forma que fui criado e pela minha profissão que tem risco de vida, que é pegar onda gigante. Primeira coisa é não deixe de fazer amanhã o que pode fazer hoje. A outra coisa é tenha humildade para reconhecer erro e pedir desculpas. De repente, da forma que eu falei, fui mal interpretado. Não magoei a pessoa porque ela está dentro do BBB. Mas, de repente, magoei os fãs dela ou pessoas que estavam passando pelas redes sociais e viram", ponderou.

Em seguida, ele continuou se retratando. "Eu queria pedir desculpas para os fãs dela, pessoas que se ofenderam. Eu tenho que reconhecer meu erro e aprender com ele. É bom quando a gente acerta, mas é bom quando a gente erra e tem que trabalhar a humildade", afirmou.

"Eu sei que tem muita gente que passa fome. É uma realidade que eu acompanha. Sei que tem gente que está disposto a ajudar. E sei que a realidade da África é bem diferente da nossa, porém a gente tem uma realidade que muitas pessoas não seguem, não acompanham. Muita gente passa fome, muita gente não tem acesso ao SUS, vive abaixo da linha da miséria. Vou fazer minha parte e que cada um faça a sua e vamos tentar alcançar um mundo melhor", finalizou.

Comentários