Cenapop
FAMOSOS

“Atacam a drag queen, mas não vai ficar assim”, desabafa Pabllo Vittar, após ter vídeo restringido no YouTube

Pabllo Vittar falou sobre a restrição ao videoclipe de Parabéns no YouTube
Pabllo Vittar falou sobre a restrição ao videoclipe de Parabéns no YouTube - Foto: Reprodução/ Instagram

Redação Publicado em 21/01/2020, às 14h27 - Atualizado às 14h43

Pabllo Vittar usou seu Instagram Stories, nesta terça-feira (21/01), para falar sobre a restrição aplicada pelo YouTube ao videoclipe de Parabéns, feito em parceria com Psirico e lançado em outubro do ano passado.

Por causa da restrição aplicada pela plataforma, ao tentar acessar o vídeo, o usuário recebe um aviso de que produção possui conteúdo impróprio para menores de idade. Para assistir, é necessário fazer um login e conformar que tem mais de 18 anos.

“Como vocês viram, recebemos uma restrição de idade no clipe de Parabéns porque estou segurando um copo de vodca. Sendo que já havia uma mensagem lá dizendo ‘beba com moderação’. Mesmo assim, eles quiseram restringir para maior de idade o meu clipe que eu tanto trabalhei e dei duro. Foi dias para fazer esse projeto. A gente sabe que tem vários outros clipes muito mais nocivos no YouTube, com conteúdos muito mais explícitos, e não são restritos, não ão banidos e não são lembrados, mas atacam a drag queen a torto e a direito”, desabafou a cantora.

“É censura seletiva e vou à Justiça”

Em seguida, a cantora pediu para os fãs continuarem ouvindo a música em todas as plataformas, e falou sobre “censura seletiva”:

“Vamos fazer de Parabéns a música desse carnaval. Diga não à censura seletiva, gente. Preciso da ajuda de vocês. Quero que vocês saibam que isso não vai ficar assim, eu vou recorrer na Justiça e usar todos os meios que eu puder para que todo mundo possa ver o meu clipe”, completou.

Assista ao videoclipe abaixo.

Comentários