Cenapop
FAMOSOS

Thiago Martins se explica sobre polêmica: “Sou contra o sistema, não contra cotas”

Thiago Martins se explica sobre polêmica: “Sou contra o sistema, não contra cotas”
Thiago Martins se explica sobre polêmica: “Sou contra o sistema, não contra cotas” - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 17/01/2020, às 15h27 - Atualizado às 19h02

Thiago Martins entrou em uma polêmica nesta semana, depois de falar sobre cotas raciais em uma entrevista no YouTube. O ator, que está no ar atualmente em Amor de Mãe, foi muito criticado na internet por conta de sua fala, considerada insensível a respeito da importância da política de cotas para negros em universidades.

Nesta sexta-feira (17/01), ele usou seu Instagram para se explicar. “Sou contra o sistema e não contra as cotas! Sou cria da Favela do Vidigal, tenho consciência da minha cor e vi de perto a discriminação. Aliás, vejo até hoje! Tenho amigos do “Nós do Morro” que não tiveram a mesma oportunidade que eu e isso só reforça que o preconceito não acabou, ainda temos um longo caminho à percorrer”, disse o ator.

Ele continuou, ressaltando ter noção de seu privilégio na sociedade: “Infelizmente vivemos em um país racista e preconceituoso. Hoje tenho consciência do lugar de privilégio que alcancei. Acredito que o Brasil só vai pagar sua dívida histórica quando tiver políticas públicas que garantam a todos igualdade de condições e oportunidades de desenvolvimento.

“Cotas não são esmolas, é o mínimo que o estado pode fazer para uma reparação histórica e cultural. Enquanto os negros não forem maioria nas unidades e nos lugares de poder, nada vai mudar. Repito: *o que quis dizer é que sou contra o sistema, e não contra as cotas!* Antes do ataque, estou aberto ao diálogo. Acredito que assim chegaremos a lugares melhores”, finalizou.

 

Entenda a polêmica

Thiago Martins deu uma entrevista para o programa Na Real com Bruno de Simone, que foi ao ar pelo YouTube nesta quinta-feira (16/01). Durante o papo, ele falou sobre como vê as questões raciais no país.

“O negro bem-sucedido no Brasil ou ele é jogador de futebol ou a música muda o caminho dele. O negro não tem espaço que nós brancos temos. Eu tenho muitos amigos negros e a gente conversa muito sobre isso”, iniciou.

Na sequência, ele deu uma declaração polêmica. “A cota me machuca, por exemplo, isso dói. Isso dói porque a cor da pele não muda nossa inteligência e nosso caráter, nós somos iguais. A única coisa que muda é nossa pele. Para quê existe cota para os negros? Não! Universidade e escola têm que ser para todo mundo. Emprego tem que ser pra todo mundo. A gente vê exemplos de negros bem-sucedidos pelo país, tanto na música, quanto no futebol, quanto sendo empresário, sendo advogado. Por que tiveram a chance e aproveitaram. Hoje eu aplaudo realmente os discursos”, declarou.

Assim que as declarações de Thiago caíram na web, ele passou a ser amplamente criticado pela postura. “Estuda mais sobre o sistema de cotas. São mais de 300 anos de diferença. Cota é necessário, sim. Estude mais um pouco, por favor, assim você fala com mais propriedade”, disse um internauta. “Eu podia jurar que esse Thiago era esclarecido. Nossa, como as aparências enganam. Pronto, já criei ranço”, afirmou outra.

Veja a entrevista:

Comentários