FAMOSOS

Adriano Imperador se retrata com promoter em audiência de processo por ameaça

Adriano Imperador reconheceu que errou e pediu desculpas ao promoter Yuri Monteiro durante uma audiência do processo em que foi acusado de ameaça.

Adriano Imperador se retrata com promoter em audiência de processo por ameaça - Foto: Reprodução/Instagram
Adriano Imperador se retrata com promoter em audiência de processo por ameaça - Foto: Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 12/11/2019, às 10h52 - Atualizado às 11h03

Adriano Imperador reconheceu que errou e pediu desculpas ao promoter Yuri Monteiro durante uma audiência do processo em que foi acusado de ameaça.

A confusão que acabou gerando o processo judicial aconteceu na boate Vitrinni Lounge, que fica na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, no dia 7 de julho.

Yuri, promotor da casa, abriu um boletim de ocorrência contra o ex-atleta, informando que ele estava alterado e proferiu ofensas contra ele, como por exemplo, dizer que “não tinha Lei Maria da Penha para viado”, além de outras ameaças de espancamento.

O pedido de desculpas foi feito diretamente por Adriano na audiência – a segunda realizada sobre o caso, já que o ex-jogador faltou na primeira delas – realizada ontem (11/11), no 9º Juizado Especial Criminal da Barra.

Adriano chegou ao local acompanhado de seu advogado, e em pouco tempo a situação foi resolvida. Após o pedido de desculpas, que foi aceito por Yuri, o processo foi encerrado.

O promoter contou ao Jornal Extra veiculado nesta terça (12/11) que não pensava em indenização. “Não queria dinheiro nenhum dele. Só queria que ele me deixasse em paz. Ele pediu desculpas e encerramos o assunto lá mesmo”, contou.

 

Relembre o caso

Em julho, Yuri procurou a 16ª DP na Barra da Tijuca para abrir um boletim de ocorrência contra Adriano Imperador. Segundo consta nos autos, o ex-jogador ameaçou o promoter de 27 anos de agressão física: jogou um copo em cima de ele e ameaçou, afirmando: “Eu vou te pegar. Não tem (Lei) Maria da Penha para viado”.

O motivo das ameaças, segundo Yuri, é o fato dele ser amigo de Micaela Mesquita, ex-namorada de Adriano. Em seu depoimento à polícia, o rapaz disse que precisou deixar a boate pelos fundos por conta do medo de ser agredido por ele.

“Ele tentou me agredir e pediu para os seguranças me tiraram da boate. Nunca fiz nada contra ele. Não tem motivo para ele ter essa raiva de mim. Tudo foi por causa de ciúme de uma ex-namorada, que não tem nada a ver. Estou me sentindo ameaçado e com medo de andar na rua e ele mandar fazer alguma coisa contra mim”, disse Yuri à época em entrevista para o Jornal Extra.

Através de seu advogado, Adriano negou que tenha ameaçado ou tentado agredir Yuri. “O Adriano nega que tenha tentado agredir essa pessoa, muito menos ameaçá-lo. Tal fato será facilmente esclarecido na Justiça”, declarou Diogo Souza, responsável pela defesa do ex-jogador.

Comentários