CURIOSIDADES

Padre influenciador conquistou 1 milhão de seguidores com vídeos divertidos

Patrick Fernandes viralizou ao se comunicar de maneira curiosa com os fiéis

Padre costuma interagir com os internautas com humor e brincadeiras
Padre costuma interagir com os internautas com humor e brincadeiras - Reprodução/Instagram/@padre_patrick

Redação Publicado em 27/07/2021, às 12h00

Sucesso na internet, o padre influenciador Patrick Fernandes já acumula mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais ao publicar vídeos divertidos e interagir com os seguidores com bom humor. 

No dia 4 de julho, Patrick era seguido por cerca de 500 mil pessoas e hoje já ultrapassa a marca de 1 milhão. Aos 34 anos, o natural de Espírito Santo celebra missas na Paróquia São Sebastião, em Parauapebas, no Pará. Há 8 anos, ele exerce o sacerdócio e costuma compartilhar registros em atividade na igreja, além de mensagens bíblicas, álbuns de viagens e até em seus momentos como influenciador e crossfiteiro.

O padre explicou o motivo de sua escolha: "A sensação da inutilidade sempre me incomodou muito e o sacerdócio veio se juntar a isso. Sempre quis ser útil na vida pessoas, passar por elas deixando marcas, de preferência, positivas. Você pode ter caído aqui de paraquedas, buscando um sorriso, uma palavra de conforto ou até mesmo um influenciador a mais para seguir."

"O que não pode é você sair sem uma palavra de luz, uma benção ou um consolo, e é por isso que continuo aqui. Para compartilhar com vocês a minha alegria e o amor de Cristo", disse ele. Por conta da pandemia, Patrick costuma transmitir suas missas em seu canal nas redes sociais. 

Em seu perfil, ele afirma: "Às vezes, as pessoas se decepcionam na missa. Eu procuro fazer uma homilia bonita, mas não falo besteira como falo por aqui."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Pe Patrick Fernandes (@padre_patrick)

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Pe Patrick Fernandes (@padre_patrick)

 

Comentários