Cenapop
CURIOSIDADES

Após perder 76 kg, homem cobre cicatrizes com tatuagens avaliadas em R$ 160 mil e vira modelo

Kevin Creekman realizou cirurgia para perder peso e cobriu cicatrizes com diversas tatuagens

Modelo celebrou sua perda de peso dramática
Modelo celebrou sua perda de peso dramática - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 22/04/2021, às 08h41

O ex-obeso e atual modelo, Kevin Creekman, celebrou sua perda de peso dramática de 76 kg e decidiu cobrir as cicatrizes de sua cirurgia com tatuagens avaliadas em R$ 160 mil. Quando era adolescente, Kevin costumava pesar cerca de 146 kg, no entanto, ao completar 18 anos, ele assumiu a missão de emagrecer. 

Ele cortou a ingestão de carboidratos e parou de comer doces, decidindo se limitar a porções pequenas e uma dieta de 1.500 calorias por dia. O jovem de 32 anos relembrou: "Na verdade, sou formado em serviço social, mas ainda acho que é difícil apontar um motivo pelo qual ganhei peso na juventude. Eu estava acima do peso desde jovem e acho que há vários fatores que contribuem para isso. Eu adorava alimentos com alto teor calórico e estava bastante isolado socialmente."

"Também acho que há um componente genético que torna mais fácil para mim ganhar peso". Ele acrescentou: "Mudei radicalmente minha nutrição, sem carboidratos ou doces. Também mantive as porções bem pequenas por um ano inteiro. Comecei a praticar esportes também". O trabalho árduo de Kevin valeu a pena quando ele perdeu 12 quilos e meio e passou por uma cirurgia de remoção de pele em 2014. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por KEVIN CREEKMAN (@thecreekman)

 

Fã de tatuagem, que já tinha arte corporal nos braços e no peito, Kevin fez um desenho de uma caveira na barriga para cobrir a cicatriz. Ele ficou viciado desde então, gastando R$ 160 mil e 250 horas sob a agulha para sua vasta coleção de tinta. Kevin disse: "Depois da minha cirurgia de remoção de pele, fiquei com cicatrizes e estava cansado de explicar às pessoas o que aconteceu porque eu não conseguia escondê-las. A primeira tatuagem que fiz depois da cirurgia foi um grande crânio que esconde minha cicatriz na barriga. Não consigo contar quantas tive desde então."

"Sempre planejei cobrir partes inteiras do corpo, então é difícil dizer onde uma tatuagem começa e a próxima termina. Minhas costas foram as que mais demoraram. Vai do pescoço aos joelhos e teve que ser feito em doze sessões de cinco horas", revelou. Apesar de às vezes criticar sua aparência, Kevin exala confiança hoje em dia e até chegou a se tornar modelo. Ele também trabalha como ator, músico e criador de mídia social: "Eu costumava suprimir e me distrair da maioria dos pensamentos sobre meu corpo. Agora, estou muito mais atento e crítico, mas tento ser a melhor versão de mim mesmo todos os dias."

Ele prossegue: "Agora tenho confiança para dar um passo à frente e mostrar-me ao mundo que nunca tive antes. Quer sejam as tatuagens ou a confiança recém-descoberta, eu definitivamente tive uma experiência melhor com mais tatuagens e mais experiência de vida. Para as pessoas que não gostam de tatuagens, posso ser muito nervoso, mas diria que a maioria das mulheres acha os homens fortes tatuados definitivamente mais atraentes.”

Comentários