Cátia Paganote diz que recebe cantada de gente que era seu fã nos anos 90: “Os baixinhos cresceram”

Cátia Paganote contou que recebe cantadas de homens e mulheres que eram seus fãs na de´cada de 90 - Foto: Reprodução/ Instagram

Cátia Paganote contou que recebe cantadas de homens e mulheres que eram seus fãs na de´cada de 90 – Foto: Reprodução/ Instagram

Aos 42 anos e solteira, Cátia Paganote contou que recebe cantadas de homens e mulheres que eram seus fãs na década de 90, quando trabalhava como paquita ao lado de Xuxa Meneghel.

Em entrevista à revista Quem, a artista – que atualmente viaja o Brasil com um espetáculo inspirado nas paquitas – falou sobre o assédio e admitiu as cantadas:

“Solteira sempre, sozinha nunca. Eles [os baixinhos] cresceram. Tenho muito orgulho. É a minha história. Rola um respeito, uma admiração. Tanto mulheres, quanto homens. Lógico que também não vou dizer que não tem né [cantadas]. Até porque a gente não está morta”, explicou.

À publicação, Cátia, que recentemente lançou o livro Minha Vida é o Xou, revelou que alguns de seus namorados pediam para ela se vestir de paquita na hora da transa:

“Me pediam para usar algum acessório de paquita, como chapéu e botas. Eu sou muito acostumada com isso. A fantasia de paquita é um fetiche de muitos homens. Tenho uma amiga comissária de bordo que sempre recebe pedidos para ir vestida com o uniforme nos encontros. Todo mundo tem uma fantasia, principalmente homem… E por que não a de paquita, ainda mais com uma paquita original! Não vejo nada demais em colocar. Quer que eu coloque, eu coloco”, disse ela.

Apesar de ter feito muito sucesso nas décadas de 80 e 90, Cátia contou que não se vê trabalhando com o público infantil atualmente:

“Já estou bem grandinha para trabalhar assim (com criança). Mas fazer um trabalho como a gente já fez no Show da Xuxa, acho que hoje não ia ficar legal para a minha idade”, completou.

Comentários