Dublê chama a atenção por semelhança com Giovanna Antonelli: “Me sinto lisonjeada”

Dublê chama a atenção por semelhança com Giovanna Antonelli: "Me sinto lisonjeada" - Foto: Reprodução/Instagram

Dublê chama a atenção por semelhança com Giovanna Antonelli: “Me sinto lisonjeada” – Foto: Reprodução/Instagram

Em novelas, filmes e séries, na hora de criar uma cena de ação, todo detalhe é importante. Mas, mais do que nunca, é preciso ter bons dublês.

Uma das profissionais que mais tem atuado nessa área na TV, por exemplo, é Rayane Amaral, 27 anos. Ela trabalha como dublê de ação na Rede Globo há sete anos, ajudando a criar a ilusão que tanto nos encanta na telinha.

Em seu trabalho, Rayane já emprestou seu talento para Luana Piovani, Glória Pires, entre outras tantas atrizes globais. No entanto, o que mais tem chamado a atenção é o fato de ser praticamente uma sósia de Giovanna Antonelli.

“Muita gente diz que eu sou a cara dela. Eu não acho muito, só por fotos. No dia a dia, nem tanto. Me sinto lisonjeada. Ela é linda, maravilhosa. Já tive a sorte de fazer uma cena dela de queda no mar. Uma pena não ter rolado o encontro”, afirmou em entrevista ao Jornal Extra desta sexta (20/09).

Os talentos de Rayane não se resumem apenas a sua profissão de dublê. Ela também é atriz, e seu último papel de destaque foi na novela O Outro Lado do Paraíso, de Walcyr Carrasco e exibida no ano passado. Na trama, ela interpretou a prostituta Tina. No entanto, tem se dedicado mais a substituir as atrizes nas cenas de ação. Por exemplo, foi ela quem fez as cenas mais perigosas de Marina Ruy Barbosa em um comercial de automóveis recente.

“Dublê de ação não precisa ser idêntica fisicamente à atriz, só tem que elaborar a cena da melhor forma possível, até porque os movimentos são rápidos. Para me preparar, pratico luta, musculação, futevôlei e surfe”, comentou.

 

Primeiros passos

Rayane estreou na televisão em um papel na novela Cheias de Charme, escrita por Filipe Miguez, Izabel de Oliveira, Ricardo Linhares e Paula Amaral, que foi ao ar em 2012. Na ocasião, ela fez uma cena de surfe com a atriz Poliana Aleixo, que interpretava a personagem Beatriz.

“Fui surfista profissional na adolescência e surgiu esse convite, feito por uma equipe de dublês. Como sempre pratiquei esportes, passei a treinar com eles e a gravar sempre. Desde 2012, já passei por muitos papéis”, contou.

Sendo dublê, um dos seus trabalhos mais marcantes foi em Amor À Vida, também de Walcyr Carrasco e exibida em 2013. Ela fez as cenas de ação da personagem de Paolla Oliveira, que interpretava Paloma na história.

Mesmo com tantos trabalhos, ela diz que não tem um que seja o seu preferido. “Cada papel me permitiu arriscar de uma maneira diferente, mas prefiro as cenas de luta. Tenho que praticar diversos esportes para garantir o força e controle corporal. Também treino rolamento de escada, queda de altura, atropelamento, fuga e fogo”, afirmou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Só pra constar meu amor por esta calça @inka_brazil e essa luz incrível do amanhecer 🙌🏼☀️

Uma publicação compartilhada por Rayane Amaral (@eurayaneamaral) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Sorriso de quem já está na contagem regressiva para o verão ☀️🥰 @brasil70bikini #piscina #pool #bikinilover #thebestplace #sun #shinebrightlikeadimond

Uma publicação compartilhada por Rayane Amaral (@eurayaneamaral) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Meu sorriso pode dizer tantas coisas …. 😁 e que bom que diz né heheh #smile #sorriso #deverdade #verdadeiro #beyou #befree

Uma publicação compartilhada por Rayane Amaral (@eurayaneamaral) em

Comentários