Processado por ex-funcionário, Bruno Gagliasso falta em audiência de conciliação

Funcionário de Bruno Gagliasso pede reconhecimento de vínculo empregatício na Justiça – Foto: Reprodução/ Instagram

Funcionário de Bruno Gagliasso pede reconhecimento de vínculo empregatício na Justiça – Foto: Reprodução/ Instagram

Bruno Gagliasso está sendo processado por um ex-funcionário da Brave – startup mantida pelo ator juntamente com outros dois sócios, especializada em criação de projetos.

De acordo com o jornal O Dia, Ricardo Pedrosa Cruado, que trabalhava desde 2015 como PJ (pessoa jurídica), no cargo de desenvolvedor, pediu demissão em fevereiro deste ano e agora cobra na Justiça o recebimento de todos os seus direitos trabalhistas.

De acordo com os autos do processo de número 0100790-29.2019.5.01.0048, Ricardo, que ganhava R$ 9 mil por mês, exige o reconhecimento do vínculo empregatício e o pagamento de FGTS, INSS, 13º salário e férias.

Ainda segundo a publicação, a audiência de conciliação aconteceu no último dia 12, na 48ª Vara do Trabalho, no Centro do Rio, e o ator não compareceu. Em seu lugar, enviou um preposto (uma pessoa para representa-lo). Agora cabe ao juiz que cuida do processo comunicar sua decisão.

LEIA MAIS

Ellen Rocche diz que seios grandes incomodam
Jojo chama a atenção por tatuagem íntima
Hilaria Baldwin anuncia a 6ª gravidez na web
Rosiane Pinheiro lembra período em depressão
Duda Nagle lembra o nascimento de Zoe
Solange Couto lembra ensaio nu com o marido

Veja mais notícias de Famosos.

Comentários