Ex-BBB Letícia Santiago afirma que seu filho e babá foram vítimas de preconceito em salão de beleza

Ex-BBB Letícia Santiago afirma que seu filho e babá foram vítimas de preconceito em salão de beleza - Foto: Reprodução/Instagram

Ex-BBB Letícia Santiago afirma que seu filho e babá foram vítimas de preconceito em salão de beleza – Foto: Reprodução/Instagram

A ex-BBB Letícia Santiago relatou que nesta nesta quarta-feira (11/09), ela, seu filho Miguel, de 3 anos e a babá da família foram vítimas de preconceito em um salão de beleza em Minas Gerais.

A situação aconteceu em um bairro nobre da capital do estado, Belo Horizonte na tarde desta quarta. “Hoje, como tenho uma ida programada para São Paulo, queria curtir ao máximo a manhã com os pequenos. Eu os levei para minha aula de tênis e, de lá, nem passei em casa como normalmente faço”, informou.

“Fui direto ao salão e passei por uma situação constrangedora. Sem que eu visse ou presenciasse, a suposta dona do salão chega para a babá, que daria água ao meu filho, e diz: ‘Não use esse copo não porque ele é muito caro'”, disse a ex-sister para a Revista Quem.

Letícia explicou que estava lavando o cabelo no momento em que a situação ocorria. “Essa mesma senhora falou: ‘Você poderia colocá-lo para brincar no chão. E se ele rasgar esse sofá? É muito caro! Respondi que ele estava com a babá e que ela fcasse tranquila. Ela me respondeu: ‘Prefiro que ele fique no chão’. Gostaria de entender como um carrinho, todo arredondado, pois meu filho só tem brinquedos para menores de 3 anos, pode rasgar um sofá?”, continuou.

Em seguida, irritada com a situação, ela se levantou para confrontar a tal pessoa. “Você não vai mandar meu filho ir para o chão. Não vou aceitar. Se ele estivesse fazendo bagunça, ou desacompanhado, mas está brincando de carrinho”, narrou.

“Foi um preconceito dessa elite que não suporta quem é simples. Meu filho estava de chinelo de dedo e a babá não usa uniforme. Não exijo que ela use porque nunca achei necessário. Se ela usasse, será que dariam um outro tratamento? Não suporto esssa elite preconceituosa”, disse, informando que saiu do local sem completar o tratamento. “Saí de lá com o cabelo molhado. Onde meus filhos e meus funcionários não são bem tratados, eu não fico.Saí de lá com o cabelo molhadíssimo, com a toalha de rosto no dorso. Ela foi atrás de mim e puxou com força a toalha: ‘Isso aqui é meu!'”, finalizou, indignada.

Veja o vídeo:

Comentários