Após sofrer abuso, Taylor Swift afirma ter câmeras para acompanhar seu bumbum em eventos

Após sofrer abuso, Taylor Swift afirma ter câmeras para acompanhar seu bumbum em eventos - Foto: Reprodução/Instagram

Após sofrer abuso, Taylor Swift afirma ter câmeras para acompanhar seu bumbum em eventos – Foto: Reprodução/Instagram

Em 2013, Taylor Swift foi vítima de um abuso quando o radialista David Mueller levantou sua saia e apertou uma de suas nádegas. O episódio parece ter deixado a cantora traumatizada.

Por conta disso, ela afirmou ao jornal The Guardian que mantém em sua equipe cinegrafistas que a acompanham o tempo todo durante os meet-and-greet (eventos em que o artista se encontra com o fã para fotos), principalmente focadas em seu bumbum.

Isso faz com que se evite situações como a que teve com Mueller, que foi processado pela artista de 29 anos e foi condenado a pagar uma multa simbólica, de 1 dólar.

“Eu tenho muita sorte de não ter acontecido mais cedo comigo, mas essa foi uma razão de ter sido tão traumatizante. Eu não sabia que poderia acontecer. Foi na frente de sete pessoas”, disse ela ao jornal inglês. “Se algo acontecer outra vez, nós podemos mostrar com filmagens de todos os ângulos”, afirmou, justificando a presença das câmeras.

Neste momento da carreira é que ela poderá precisar ainda mais do auxílio dessa tecnologia para se prevenir, já que recentemente ela lançou um novo álbum. Chamado de Lover, o trabalho chegou às lojas na semana passada.

Taylor e David Mueller, condenado por ter abusado da cantora em 2013 - Foto: Reprodução/Instagram

Taylor e David Mueller, condenado por ter abusado da cantora em 2013 – Foto: Reprodução/Instagram

 

Comentários