Filho de Cássia Eller afirma que não vai levantar bandeiras LGBT: “Não é meu papel”

Filho de Cássia Eller afirma que não vai levantar bandeiras LGBT: "Não é meu papel" - Foto: Reprodução/Instagram

Filho de Cássia Eller afirma que não vai levantar bandeiras LGBT: “Não é meu papel” – Foto: Reprodução/Instagram

Chicão, filho de Cássia Eller e Maria Eugênia, deu uma entrevista nesta semana para o canal Papo de Música, onde abordou diversos assuntos.

Um deles chamou bastante a atenção: o fato de Chicão, por ser filho de um casal LGBT, ser cobrado a levantar a bandeira do movimento. Ele explicou por que não assume a frente dessa luta.

“Não é o meu papel, enquanto homem branco da Zona Sul do Rio de Janeiro, heterossexual, carregar a bandeira LGBT. Não faria sentido isso. Sou fruto de um casal LGBT que elas, sim, sem levantar bandeiras, e por opção pessoal delas mesmas, representam uma coisa gigante que eu me orgulho muito. Quer dizer que a gente é uma família, que esse amor existe. Não tenho pretensão de carregar bandeira, até porque não faria sentido. Sou uma pessoa pra dar apoio, e apoio toda a forma de luta nesse sentido”, disse o músico de 25 anos.

Ele também comentou sobre ser filho de uma das grandes vozes da música brasileira. “Não me sinto cobrado. Até porque eu não encaro assim, não é a minha preocupação. Entendo que tem gente que acha isso, mas não é essa a minha preocupação”, afirmou.

Entre outros assuntos abordados na excelente entrevista dada por Chicão, ele conta como aprendeu a falar inglês por causa dos Beatles: “Minha mãe foi a primeira pessoa que colocou Beatles para tocar na vitrola lá de casa. Eu lembro que eu pirei, achei muito legal. Depois, eu com 10, 11 anos, comecei a ficar viciado, fui baixando, escutando. Marcou muito o início da minha adolescência e até depois, pois eu sempre escutei muito, até hoje eu escuto. Vou bem a fase de eu descobrir a música. Aprendi a falar em inglês por causa de Beatles, vendo tradução”, disse.

Veja a entrevista completa aqui:

Comentários