David Harbour tira sarro de si mesmo em falso documentário na Netflix

David Harbour tira sarro de si mesmo em falso documentário na Netflix - Foto: Reprodução/Netflix

David Harbour tira sarro de si mesmo em falso documentário na Netflix – Foto: Reprodução/Netflix

David Harbour é conhecido por interpretar o xerife Hopper em Stranger Things – seu personagem ganhou muito destaque na terceira temporada que estreou neste mês na Netflix.

E é através dessa mesma plataforma que ele estrela um projeto curto (de apenas 32 minutos) que brinca com sua própria persona pública e também com a história de sua família.

Em O Monstro do Monstro de Frankenstein, ele conta a história de seu pai, David Harbour Jr, que foi um ator reconhecido há muitos anos mas que enfrentou uma crise artística que o colocou em decadência. Para tentar sair dessa maré de azar, ele resolve produzir uma peça de teatro, onde nem tudo sai como o planejado.

O mais legal dessa história é que ela é completamente fictícia. Trata-se, portanto, de um mockumentary – gênero em que falsos documentários são produzidos com atores para dar a impressão de que são imagens reais. Harbour então aproveita a liberdade desse estilo para tirar sarro de si mesmo e abraçar uma persona cafona e exagerada interpretando seu “pai”, que no filme se mostra egocêntrico, narcisista e cheio de segredos.

O Monstro e o Monstro de Frankenstein já está disponível na Netflix. Veja a crítica completa abaixo:

LEIA MAIS

Garota de 15 anos viraliza por conta da incrível semelhança com Simone
Johnny Massaro posa pelado para amigo fotógrafo e  internet vai à loucura
Andressa Ferreira afirma que terá seu filho com Thammy Miranda nos EUA
Taís Araújo e Tatá Werneck se emocionam ao falar de maternidade
Kéfera se explica após confusão com ex-funcionária
Rafa Brites publica “juramento de influenciadora digital”

Tags

Comentários