Ex-mulher de Paulo Betti, Maria Ribeiro defende ator de acusação de racismo: “Exibo seu nome com orgulho”

Maria Ribeiro defendeu Paulo Betti de acusação de racismo - Foto: Reprodução/ Instagram

Maria Ribeiro defendeu Paulo Betti de acusação de racismo – Foto: Reprodução/ Instagram

Ex-mulher de Paulo Betti, Maria Ribeiro recorreu ao Instagram para defender o ator.

Acusado de racismo, fascismo e nazismo pelos atores Jorge Coutinho e Milton Gonçalves, após uma troca de mensagens em um grupo no WhatsApp, Paulo vem ganhando apoio na web.

Na rede social, Maria Ribeiro compartilhou uma carteirinha de registro de profissão do ator, e saiu em defesa do artista:

“Quando Paulo Betti e eu nos separamos, 14 anos atrás, pedi, não à toa, pra ficar com essa carteirinha. Paulo é um sindicalista por natureza, um cara para quem o ofício e a justiça – ou injustiça – relativas à profissão importam mais do que todas as outras coisas. Compra todas as causas dos colegas, e agora, decidiu entrar para valer, através da disputa do SATED, no que sempre fez, que foi lutar pelo seu grupo”, começou.

“Eu, ao contrario, mais egoísta, só me dei conta da desunião da nossa classe quando isso bateu em mim – mas isso não importa agora. O que importa é que acordei lendo que Paulo está sendo acusado de racismo porque disse, sobre a disputa de chapa do sindicato dos atores – e num grupo de WhatsApp – que devemos ficar sensíveis e atentos ao possível uso de lutas fundamentais com o objetivo – velado – de comover e manipular os eleitores, monetizando a questão mais grave do Brasil”, continuou.

“Somos um país racista, e é nossa obrigação lutar diariamente contra isso. Ao acusar levianamente um sujeito integro como Paulo, esses senhores não só não estão lutando por um Brasil melhor, como estão, na melhor das hipóteses, confusos sobre seus reais inimigos. Paulo, na camisa do meu time tem o teu nome, e eu a exibo com orgulho há 22 anos”, completou.

Deborah Evelyn também defendeu Paulo Betti

Assim como Maria Ribeiro, Deborah Evelyn tembém recorreu à rede social para apoiar o ator Paulo Betty.

Em um texto extenso, a atriz explicou que dá todo seu apoio ao artista, e que suas falas no grupo de WhatsApp foram distorcidas: “Todo o apoio ao grande artista Paulo Betti. Não caia em fake news. Nunca foi sobre racismo”, declarou ela.

Veja na íntegra abaixo.

LEIA MAIS

Mari González mostra braço vermelho após alergia
Letícia Lima encanta com foto das férias
Geisy Arruda mostra mensagens de assedio na web
Solteira, Juju Salimeni posta reflexão na web
Namorada de José de Abreu sofre preconceito
Maurício de Souza chora na pré-estreia de filme

Veja mais notícias de Famosos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Quando @paulobetti e eu nos separamos, 14 anos atrás, pedi, não à toa, pra ficar com essa carteirinha. Paulo é um sindicalista por natureza, um cara pra quem o ofício e a justiça – ou injustiça – relativas à profissão importam mais do que todas as outras coisas. Compra todas as causas dos colegas, e agora, decidiu entrar pra valer, através da disputa do sated, no que sempre fez: lutar por seu grupo. Eu, ao contrario, mais egoísta, só me dei conta da desunião da nossa classe quando isso bateu em mim – mas isso não importa agora. O que importa é que acordei lendo que Paulo está sendo acusado de racismo porque disse, sobre a disputa de chapa do sindicato dos atores – e num grupo de whats app! – que devemos ficar sensíveis e atentos ao possível uso de lutas fundamentais com o objetivo- velado – de comover e manipular os eleitores, monetizando a questão mais grave do Brasil. Somos um país racista, e é nossa obrigação lutar diariamente contra isso. Ao acusar levianamente um sujeito integro como Paulo, esses senhores nao so nao estao lutando por um Brasil melhor, como estao, na melhor das hipóteses, confusos sobre seus reais inimigos. Paulo, na camisa do meu time tem o teu nome, e eu a exibo com orgulho há 22 anos.

Uma publicação compartilhada por Maria Ribeiro (@mariaaribeiro) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

TODO O APOIO AO GRANDE ARTISTA PAULO BETTI. NÃO CAIA EM FAKE NEWS. NUNCA FOI SOBRE RACISMO. A Chapa 2 – Renovação e Transparência vem prestar toda solidariedade ao companheiro @paulobetti que tem sido injusta e ostensivamente acusado de racismo, fascismo e nazismo em redes sociais pelo Sr. Jorge Coutinho, candidato à 5ª reeleição para a presidência do SATED RJ. Para não nos deixarmos enganar, precisamos nos informar e refletir. Precisamos saber, por exemplo: – que a acusação é baseada em interpretação distorcida e equivocada de uma frase em que Paulo Betti elogia os companheiros Milton Gonçalves e Cosme dos Santos; – que nenhum juiz jamais recebeu nenhuma denúncia contra Paulo Betti, mas apenas um pedido de interpelação impetrado pelos senhores Jorge Coutinho e Milton Gonçalves; – que os Srs. Jorge Coutinho e Milton Gonçalves, há cerca de 20 anos na diretoria do Sated RJ, integram a Chapa 1, pela qual Sr. Coutinho é candidato à 5ª reeleição à presidência da entidade; – que Paulo Betti integra, com outros 23 colegas, a chapa concorrente, Chapa 2 – Renovação e Transparência, sendo portanto, neste contexto, um adversário eleitoral dos Srs. Milton Gonçalves e Jorge Coutinho; – Que a atual direção do SATED (Chapa 1) tentou pedir o indeferimento da candidatura da Chapa 2 – Renovação e Transparência, mas a manobra não obteve sucesso, e culminou na volta da Chapa 2 ao processo eleitoral após determinação liminar da 81ª Vara da Justiça do Trabalho. Diante desse histórico, lamentamos que uma questão tão grave e tão sensível à nossa população, como o racismo estrutural, entranhado em nossa sociedade, tenha sido usado levianamente a serviço de mais uma manobra eleitoreira que vem tentando a qualquer custo deslegitimar a chapa opositora. Paulo Betti, cuja história de integridade e de luta democrática, desde a época da ditadura militar, é conhecida por todos, é artista e cidadão respeitado Brasil afora, e sua trajetória fala por si. Não às calúnias. Não aos atalhos desonestos. Não às já desgastadas “fake news”. Um processo eleitoral legítimo só pode se dar num contexto de respeito, transparência e democracia. CHAPA 2 – RENOVAÇÃO E TRANSPARÊNCIA #RenovaSated #Re

Uma publicação compartilhada por Deborah Evelyn (@debevelyn) em

Comentários