Britney Spears consegue ordem de restrição de 5 anos em batalha judicial contra ex-empresário

Britney Spears consegue ordem de restrição de 5 anos em batalha judicial contra ex-empresário - Foto: Reprodução/Instagram

Britney Spears consegue ordem de restrição de 5 anos em batalha judicial contra ex-empresário – Foto: Reprodução/Instagram

A juíza Brenda Penny, do Condado de Los Angeles, deu razão à cantora Britney Spears em sua batalha judicial contra o ex-empresário, Sam Lutfi.

A magistrada emitiu uma ordem judicial proibindo Lutfi de entrar em contato com a cantora, através de qualquer forma, e também o proibiu de fazer declarações sobre ela na imprensa durante os próximos 5 anos. Penny chegou a conclusão de dar razão aos apelos de Spears após ouvir as partes: tanto Lutfi quanto Jamie Spears, pai da cantora e seu tutor legal, prestaram depoimento.

Esta é uma vitória para Britney, que se considerava perseguida por Lutfi.

O ex-empresário da cantora teve seus argumentos rejeitados pela juíza. Ele afirmava, através de seu advogado, que a ordem é uma restrição inconstitucional à liberdade de expressão. O pai da estrela, por outro lado, afirmou que Lutfi – que foi agente de Britney entre 2007 e 2008 – tem sido como um “predador” para a família desde aquela época. Em recente depoimento, Jamie afirmou que Lutfi teria tentado se aproximar de Britney recentemente, e por isso ela resolveu pedir a ordem de restrição.

“Eu fiquei com muita raiva. Fiquei preocupado de voltarmos a 2008”, disse James Spears.

Campanha na web

Foi Lutfi que incentivou os fãs da cantora a usarem na internet a hashtag #freebritney, lançando dúvidas sobre como Jamie Spears estava cuidando dos interesses de Britney desde que se tornou seu tutor legal.

A estrela pop sofreu um colapso nervoso em 2007, que foi amplamente divulgado pela mídia, e desde então é Jamie quem controla as finanças e a carreira dela.

Lutfi afirmou em depoimento que falou com Britney por diversas vezes através dos anos, e disse que ela sempre reclamou da forma como o pai controlava sua vida. “Ela queria ajuda para sair dessa situação”, teria dito ao tribunal. Além disso, ele admitiu ter falado com a mãe de Britney Spears, Lynne Spears, e também com James Watson, cunhado da cantora, através de SMS e telefonemas. Por fim, declarou ter enviado dinheiro a Lynne, mas garantiu que já foi ressarcido.

Com a ordem de restrição, a família Spears espera ter se livrado de Lutfi. “Ele foi solicitado repetidamente para ficar longe desta família”, afirmou Chad Hummel, advogado que trabalhou no caso.

No momento em que a sentença foi proferida, Britney Spears não estava no tribunal. Até o momento ela não deu nenhuma declaração a respeito, nem mesmo em suas redes sociais.

LEIA MAIS

Shakira mostra corpaço frente e verso de biquíni
Luiza Ambiel lembra ensaio com cobra para a Sexy
Agatha Moreira posa de biquíni e é elogiada na web
Dynho Alves tatua o rosto de MC Mirella na perna
Paolla Oliveira exibe bumbum e quebra a internet
Claudia Leitte se apaixonou pelo marido aos 12

Veja mais notícias de Famosos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

I love this man @samasghari

Uma publicação compartilhada por Britney Spears (@britneyspears) em

Comentários