Kim Kardashian quer provar inocência de preso que está no corredor da morte há 35 anos

Kim Kardashian quer provar inocência de preso no corredor da morte - Foto: Reprodução/ Instagram

Kim Kardashian quer provar inocência de preso no corredor da morte – Foto: Reprodução/ Instagram

Estudando advocacia, Kim Kardashian quer tentar provar a inocência de um preso que está há 35 anos no corredor da morte.

Segundo o TMZ, a socialite teve um encontro de duas horas com Kevin Cooper, que está encarcerado na Penitenciária Estadual de San Quentin, na Califórnia (EUA), desde 1983, quando foi acusado de assassinar quatro pessoas.

De acordo com a publicação, a condenação de Kevin está sendo revista com a ajuda da socialite, após a aquisição de novas provas e pedidos de DNA feitos na Justiça.

Em outubro do ano passado, Kim Kardashian protocolou um pedido de uma nova investigação e entregou diretamente nas mãos do então governador da Califórnia, Jerry Brown.

Diante do pedido, Jerry encomendou novos testes de DNA. Durante todo o período em que esteve preso, Kevin sempre jurou inocência. Novos testes de DNA foram encomendados em fevereiro, agora pelo novo governador da Califórnia, Gavin Newsom.

Os resultados dos exames ainda não foram divulgados, mas Kim Kardashian, crente que Kevin foi acusado injustamente, resolveu visita-lo para uma conversa cliente-advogado.

LEIA MAIS

Thaeme volta aos palcos um mês após dar à luz
Anitta curte férias com o pai e amiga em Bali
Exausta, Sasha pede ajuda para amiga na academia
Malvino fala sobre caso com Caio Castro na ficção
Sandy & Júnior contrata coreógrafa de Anitta
Elizabeth Savalla fará cirurgia no quadril

Veja mais notícias de Famosos.

Comentários