Viúva de Ricardo Boechat diz que agenda a ajudou a “dormir melhor” após a morte do jornalista

Veruska e o marido, Ricardo Boechat, que faleceu após acidente de helicóptero - Foto: Reprodução/ Instagram

Veruska e o marido, Ricardo Boechat, que faleceu após acidente de helicóptero – Foto: Reprodução/ Instagram

Viúva do jornalista Ricardo Boechat, Veruska Seibel contou em sua página no Instagram que um caderninho se tornou peça fundamental em seu dia a dia após a morte do marido.

Na rede social, a jornalista postou uma foto na qual aparece com uma das mãos em cima da pequena agenda, e escreveu:

“Uma coisa que me ajudou demais logo depois que eu fui atropelada pela vida e perdi meu marido foi pegar um caderninho e começar a anotar cada tarefa que eu precisava executar”, começou.

Na postagem, Veruska conta que “listar e ir tirando afazeres da frente” a ajudou a dormir melhor após a morte do companheiro.

“Junto com o luto vem uma enxurrada de obrigações e atitudes práticas exatamente num momento em que você mal consegue levantar da cama. Antes do caderninho, eu chegava ao final do dia confusa e frustrada, atormentada não só pela tristeza, mas por tudo que estava pendente e eu tinha que fazer”, continuou.

“No momento em que comecei a listar cada pequena meta a atingir, passei a dormir um pouco melhor e a me organizar mais, acordava de manhã, escolhia uma das tarefas e, ao ‘tirá-la da frente’, ficava minimamente feliz e tinha até ânimo para a tarefa seguinte. Assim os dias vão passando e a vida seguindo, apesar da saudade gigantesca. Fica a dica”, completou.

LEIA MAIS

Gusttavo Lima e Andressa têm banheirão no quarto
Andréa Sorvetão encontra sósia de Xuxa no Brasil
Rita Cadillac experimenta vestido usado há 21 anos
Bob Wolfenson mostra Bárbara Paz nua em ensaio
Fernanda Young exibe os seios e divide opiniões
Mariana Ferrer diz que foi dopada e estuprada em festa

Veja mais notícias de Famosos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma coisa que me ajudou demais logo depois que eu fui atropelada pela vida e perdi meu marido foi pegar um caderninho e começar a anotar cada tarefa que eu precisava executar. Junto com o luto vem uma enxurrada de obrigações e atitudes práticas exatamente num momento em que você mal consegue levantar da cama. Antes do caderninho, eu chegava ao final do dia confusa e frustrada, atormentada não só pela tristeza, mas por tudo que estava pendente e eu tinha que fazer. No momento em que comecei a listar cada pequena meta a atingir, passei a dormir um pouco melhor e a me organizar mais, acordava de manhã, escolhia uma das tarefas e, ao “tirá-la da frente”, ficava minimamente feliz e tinha até ânimo para a tarefa seguinte. Assim os dias vão passando e a vida seguindo, apesar da saudade gigantesca. Fica a dica.🥰 #doceveruska #amor #boechat #ricardoboechat #sefossefácilnãosechamariavida #sechamariadisney

Uma publicação compartilhada por Veruska Seibel Boechat (@doceveruska) em

Comentários