Estreia dos cinemas, Querido Menino mostra a luta de um pai para salvar o filho das drogas

Steve Carell e Timothée Chalamet em Querido Menino – Foto: Reprodução/Amazon Films

Chegou aos cinemas neste fim de semana o filme Querido Menino, uma das principais estreias deste mês.

O filme conta a história de David e Nic Sheff, pai e filho que sempre se deram muito bem. Na relação dos dois, sempre houve muito amor e cumplicidade. Entretanto, Nic se torna um jovem adulto e mergulha de cabeça no mundo das drogas, principalmente a metanfetamina – uma das piores e mais viciantes que existe.

Portanto, neste longa acompanhamos a trajetória desses dois personagens, que caminham em sentidos diferentes: enquanto Nic até tenta sair do vício mas sempre que tem recaídas ele volta com mais força ao consumo de drogas, David tenta encontrar maneiras de salvá-lo – e, ao mesmo tempo, manter a unidade familiar, já que o problema de Nic não afeta apenas os dois, mas a família como um todo.

Querido Menino é um filme delicado, que certamente merecia mais reconhecimento nessa época de premiações. Steve Carell e Timothée Chalamet, que interpretam David e Nic respectivamente, ficaram de fora da maioria das listas de indicações aos prêmios principais do ano. Mereciam mais atenção: o trabalho feito aqui é espetacular.

Baseado em uma história real, Querido Menino choca pela veracidade com que aborda o tema das drogas, e como ela tem o poder de destruir a vida de uma pessoa e de toda a sua estrutura familiar. Entretanto, o tema principal aqui é a compaixão e o amor de um pai que nunca desiste de um filho.

O nosso parceiro, Canal Cinco Tons, fez uma crítica sobre o filme. Assista:

 

Comentários