Oscar 2019: Três motivos pelos quais esta edição já entrou para a história

Após muita expectativa, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas finalmente liberou a lista dos filmes que concorrerão a uma estatueta nesta 91ª edição do Oscar.

Prevista para o dia 24 de fevereiro, a cerimônia tem tudo para se tornar uma das mais importantes desde a criação do prêmio.

Apesar de todo o burburinho gerado em torno das obras nomeadas – muita gente considerou as escolhas “fracas” – listamos abaixo três motivos pelos quais acreditamos que esta edição ficará na história.

A Academia aprendeu com o #OscarSoWhite

Em 2016, o movimento #OscarSoWhite tomou conta das redes sociais, e  então a diretoria do órgão que entrega o Oscar tratou de mudar e chamou mais votantes para definir seus indicados e vencedores – a maioria deles pertencente às minorias (como técnicos, atores e diretores LGBTs, negros, latinos, etc). A partir disso, houve uma melhora na diversidade dos filmes que aparecem nas listas anuais.

Já em 2019, a indicação de alguma obras expões o reflexo destas mudanças: Roma, filme latino-americano (produzido no México) recebeu 10 indicações. Infiltrado na Klan, filme de Spike Lee que retrata uma época em que a Ku Klux Klan dominava os Estados Unidos e segregava os negros, recebeu 6 indicações. E Pantera Negra, que também fala sobre o mesmo tema, mas com um viés empoderador, recebeu 7 indicações.

Super-heróis ganhando destaque principal

Pantera Negra recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Filme, além de outras 6 indicações. É a primeira vez que isso acontece. Durante anos, a Academia desleixou desse tipo de longa, que sempre foi muito popular, mas não tinha respaldo da crítica.

O que mais chegou perto disso foi O Cavaleiro das Trevas, em 2008. Agora, finalmente há uma sinalização de que esse preconceito foi derrubado e filmes do tipo podem sim figurar na lista de indicados a Melhor Filme. A Disney/Marvel, a DC/Warner e os fãs, só tem a comemorar!

A consolidação da Netflix

Por fim, precisamos falar sobre Roma. O filme de Alfonso Cuarón – já premiado em 2014 por Gravidade – foi concebido, produzido e interpretado todo em espanhol, em uma fotografia em preto-e-branco.

Por causa de suas peculiaridades, é bem provável que ele não teria um grande alcance se fosse lançado de forma convencional. Bancado e distribuído pela Netflix, que sempre sofreu um grande preconceito dos votantes dos principais prêmios do mundo, o filme simboliza a queda de outra barreira: com as 10 indicações do longa mexicano, a Netflix recebe sua primeira indicação aos prêmios principais do Oscar e entra de vez no panteão de grandes produtoras, capazes de emplacar sucessos nas premiações mais diversas.

Por esses três motivos, o Oscar 2019 já é diferente de todos os outros até o momento. Ainda bem! Isso mostra uma enorme evolução da Academia em relação aos votos conservadores de antes.

Veja agora os indicados do Oscar 2019

MELHOR FILME

Pantera Negra
Green Book – o guia
Roma
Nasce uma estrela
Vice
A Favorita

MELHOR DIREÇÃO

Spike Lee – Infiltrado na Klan
Pawel Pawlikowski – Guerra Fria
Yorgos Lanthimos – A Favorita
Alfonso Cuarón – Roma
Adam McKay – Vice

MELHOR ATRIZ

Yalitza Aparicio – Roma
Glenn Close – A Esposa
Olivia Colman – A Favorita
Lady Gaga – Nasce uma Estrela
Melissa McCarthy – Poderia Me Perdoar?

MELHOR ATOR

Christian Bale – Vice
Bradley Cooper – Nasce uma Estrela
Willem Dafoe – No Portal da Eternidade
Rami Malek – Bohemian Rhapsody
Viggo Mortensen – Green Book

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Amy Adams – Vice
Marinha de Tavira – Roma
Regina King – Se a rua Beale falasse
Emma Stone – A Favorita
Rachel Weisz – A Favorita

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Adam Driver – Infiltrado na Klan
Sam Elliott – Nasce uma Estrela
Richard E. Grant – Poderia Me Perdoar?
Sam Rockwell – Vice
Mahershala Ali – Green Book – O Guia

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Infiltrado na Klan
The Ballad of Buster Scruggs
Poderia me perdoar?
Se a rua Beale falasse
Nasce uma Estrela

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

A favorita
No Coração da Escuridão
Green Book – O guia
Roma
Vice

MELHOR FILME DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

Cafarnaum
Guerra fria
Never Look Away
Roma
Assunto de Família

MELHOR ANIMAÇÃO

Animal Behavior
Bao
Late Afternoon
One Small Step
Weekends

MELHOR FOTOGRAFIA

Guerra fria
A Favorita
Never Look Away
Roma
Nasce uma Estrela

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

Pantera Negra
A Favorita
O Primeiro Homem
O Retorno de Mary Poppins
Roma

MELHOR FIGURINO

The Ballad of Buster Scruggs
Pantera Negra
A Favorita
O Retorno de Mary Poppins
Duas Rainhas

MELHOR MONTAGEM

Infiltrado na Klan
Bohemian Rhapsody
Green Book – O Guia
A Favorita
Vice

MELHORES EFEITOS ESPECIAIS

Vingadores: Guerra infinita
Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível
O Primeiro Homem
Jogador N° 1
Solo: Uma História Star Wars

MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADO

Duas Rainhas
Vice
Border

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

Pantera Negra
Bohemian Rhapsody
O primeiro Homem
Um Lugar Silencioso
Roma

MELHOR MIXAGEM DE SOM

Pantera Negra
Bohemian Rhapsody
O Primeiro Homem
Roma
Nasce Uma Estrela

MELHOR TRILHA SONORA

Pantera Negra
Infiltrado na Klan
Se a rua Beale falasse
Ilha dos Cachorros
O Retorno de Mary Poppins

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

Shallow – Nasce uma Estrela
All the Stars – Pantera Negra
I’ll Fight – RBG
The Place Where Lost Things Go – O Retorno de Mary Poppins
When A Cowboy Trades His Spurs For Wings – The Ballad of Buster Scruggs

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Free Solo
Hale County
Minding the Gap
Of Fathers and Sons
RBG

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO

Black Sheep
End Game
Lifeboat
A Night at the Garden
Period. End of Sentence

MELHOR CURTA-METRAGEM DE FICÇÃO

Detainment
Fauve
Marguerite
Mother
Skin

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMADA

Animal Behaviour
Bao
Late Afternoon
One Small Step
Weekends