Por personagem, Letícia Colin mantém contato com prostituta de luxo: “Ela me explica muito”

Letícia Colin como Roso, sua personagem na novela Segundo Sol – Foto: TV Globo/ Paulo Belotti

Aos 28 anos, Letícia Colin vive um desafio e tanto na telinha; o de dar realismo à história da prostituta Rosa na novela Segundo Sol.

Para conseguir passar uma experiência mais rica ao público, a atriz fez laboratório com Gabriela Natália da Silva – conhecida como Lola Benvenutti – que já não trabalha mais como garota de programa.

Ao falar sobre Lola (que inspirou sua personagem n trama de João Emanuel Carneiro), Letícia não poupou elogios:

“Fui atrás da Lola porque ela deu uma entrevista extensa para a Marília Gabriela. Ela foi muito corajosa. Então, eu decidi me basear neste pensamento. Ela tinha todos os recursos e escolheu fazer isso [se prostituir] porque ela é uma feminista, acha que sexualidade está em outro lugar. A fala dela é inspiradora. A gente tem que se cercar de opiniões diferentes para romper a nossa bolha”, disse a atriz.

Ao jornal Extra, Letícia ainda explicou que tem um truque para dar mais realismo às cenas do folhetim; ela mantém contatos esporádicos com mulher que ainda trabalha como garota de programa de luxo.

O bate-papo, segundo a atriz, a ajudam a entender como é que funciona o mundo da prostituição:

“Tenho contato com uma pessoa que faz vários programas de luxo. Ela me explica muito sobre esse mundo, de forma generosa e franca. Pergunto coisas íntimas mesmo. Achei necessário ouvir esse lado. Não devemos julgar antes de ouvir”, completou.

LEIA MAIS:

Ex-Chiquititas está grávida pela 1ª vez
Ex-Malhação revela curiosidades do 2º parto
O Silvio lava louça, diz Íris Abravanel
Claudia Raia dança balé com o marido
Ex-Malhação denuncia motorista de Uber
Mulher de Fausto Silva exibe boa forma

Veja mais notícias de Famosos.