Carolinie Figueiredo revela curiosidades do parto do 2º filho: “Trabalho de parto de 48 horas”

Carolinie Figueiredo com a filha Bruna durante o trabalho de parto de Theo – Foto: Reprodução/ Instagram

Carolinie Figueiredo usou sua página no Instagram, na manha desta quinta-feira (21/06), para contar algumas curiosidades sobre o nascimento de Theo, seu segundo filho com o ator e diretor Guga Coelho.

Na rede social, a atriz compartilhou uma foto na qual aparece sentada ao lado da filha mais velha, Bruna Luz, no quintal de sua casa, e contou que foram pelo menos 48 horas em trabalho de parto.

“Entre uma contração e outra: pausa para essa foto. Dois dias de trabalho de parto. Poucas horas depois nasceria Theo. Minha placenta está até hoje enterrada embaixo dessa árvore à direita. Acabou a casa, o casamento, será que ela, minha placenta, também já se desintegrou?”, começou Carolinie.

“Eu amo essa foto porque ela representa minha família de um jeito distante das fotos de família. Não estamos sorrindo, mas isso não é ausência de alegria. Eu adoro fotos antigas e quase todas que me vejo sinto vontade de me abraçar, me olhar no olho e dizer com sinceridade: você está se tornando uma mulher incrível. Tenha fé: você vai se construir como ser a mãe que eles precisam que seja, na presença e na ausência. Nos excessos e também nas faltas”, continuou.

No relato, Carolinie revela que estava com 23 anos na época, e que fica emocionada ao lembrar da história:

“Essa sou eu aos 23. Meu olho enche de água porque hoje posso me acolher com mais respeito pela minha história. Encorajo a menina criança que fui a continuar porque meus tropeços de desvios também me chegaram até aqui!”, completou.

LEIA MAIS:

O Silvio lava louça, diz Íris Abravanel
Claudia Raia dança balé com o marido
Ex-Malhação denuncia motorista de Uber
Mulher de Fausto Silva exibe boa forma
Fábio Assunção bate boca com seguidor 
Mariana Rios arrepia cantando Lady Gaga

Veja mais notícias de Famosos.

Entre uma contração e outra: pausa pra essa foto. Dois dias de trabalho de parto. Poucas horas depois nasceria Theo. Minha placenta está até hoje enterrada embaixo dessa árvore à direita. Acabou a casa, o casamento, será que ela, minha placenta, também já se desintegrou? Eu amo essa foto porque ela representa minha família de um jeito distante das fotos de família. Não estamos sorrindo mas isso não é ausência de alegria. Eu adoro fotos antigas e quase todas que me vejo sinto vontade de me abraçar, me olhar no olho e dizer com sinceridade: você está se tornando uma mulher incrível. Tenha fé: você vai se construir como ser a mãe que eles precisam que seja, na presença e na ausência. Nos excessos e também nas faltas. Essa sou eu aos 23. Meu olho enche de água porque hoje posso me acolher com mais respeito pela minha história. Encorajo a menina criança que fui a continuar porque meus tropeços de desvios também me chegaram até aqui! #tbt

Uma publicação compartilhada por Carolinie Figueiredo (@carolinie_figueiredo) em

Comentários