Mariana Godoy relembra decisão de ter um filho sozinha: “Foi um momento de maturidade forçada”

Mariana Godoy participou do programa Papo de Almoço, da Rádio Globo, nesta quinta-feira (15/03) – Foto: Bruno Riodi/ Rádio Globo

Convidada do programa Papo de Almoço, da Rádio Globo, na última quinta-feira (15/03), Mariana Godoy contou que a decisão de ter e criar o filho, Heitor, sozinha, foi algo que a fez amadurecer a força.

No bate-papo com Adriane Galisteu, que apresentou a atração, a jornalista contou que foi uma ocasião na qual a “vida decidiu por ela”:

“Eu estava grávida, e o relacionamento acabou, e aí eu falei: ‘Uau, é isso? É. Então vamos, agora é daqui pra frente, sozinha, cuidar do filho’. Esse eu acho que foi o momento de maior mudança mesmo. Porque interrompeu um caminho, um ciclo que eu achava que tinha uma sequência lógica”, explicou.

No bate-papo, Mariana disse que pedia a Deus que viesse um filho bacana:

“Mas eu falava diretamente com Deus. Eu abria a janela, punha a cabeça para fora, e falava, eu gritava; ‘manda um filho bacana, porque aqui tá difícil de aguentar’. E eu fui atendida”, continuou.

“Ter um filho, ter um filho sozinha e criar uma criança durante três ou quatro anos, sozinha, absolutamente sozinha, foi um momento de muita maturidade. Forçada, mas muita maturidade”, disse.

O período em que foi mãe solteira, segundo Mariana, proporcionou um crescimento significativo:

“Sempre fui muito certinha, muito CDF, muito estudiosa pra escola e pro trabalho, mas não tinha muito experiência em relações pessoais, não sabia que as pessoas mentiam. Para mim, as pessoas não tinham motivo para fazer isso. Então, para mim, foi um momento de descortinamento. A realidade chegou, bateu à porta e falou: ‘Oi, tudo bem, você está sozinha e vai ficar sozinha, grávida’”, relembrou.

Atualmente, Mariana Godoy apresenta o Mariana Godoy Entrevista, na RedeTV!, e também comanda o Café das 6 São Paulo, na própria Rádio Globo.