Mulheres que Sonhamos, por Bruno Brin

Quebrar paradigmas, tabus e preconceitos. Foi por essas razões que o fotógrafo Bruno Brin resolveu criar o projeto Mulheres que Sonhamos.

Em conversa com o CENAPOP, Bruno contou que a iniciativa tem um propósito muito claro:

“Acabar com a ideia de que a mulher ideal é aquela da capa de revista, cheia de Photoshop, ou aquela magra, alta, estereotipada”, disse.

Ao falar sobre o projeto, Bruno explicou que o projeto estimula as mulheres a se aceitarem como são:

“É importante se amar, se aceitar, e entender que cada mulher tem suas peculiaridades, seus defeitinhos, e que isso não as faz inferior a ninguém”, opinou.

“As pessoas acham que o Mulheres que Sonhamos foi criado por causa do desejo sexual do homem pela mulher, e não é. O projeto foi criado para as mulheres, para que elas possam se ver belas, e pensar que também poderiam estar ali. É para todas”, completou.