Famosos criticam decisão de juiz que liberou homem acusado de assediar passageira de ônibus em SP

Preta Gil critica decisão de juiz que mandou soltar acusado de assédio sexual em São Paulo – Foto: Reprodução/ Instagram

A decisão do juiz José Eugenio do Amaral Souza Neto, do Tribunal de Justiça de São Paulo, de liberar um homem detido na tarde da última terça-feira (29/08) por “eventual prática de crime de estupro”, após ejacular no pescoço de uma passageira dentro de um ônibus que circulava pela Avenida Paulista, rendeu muitas críticas de populares e também de famosos.

Nas redes sociais, a cantora Preta Gil se posicionou contra a decisão e criticou: “Se isso não configura violência sexual, o que configuraria?”, perguntou.

A atriz Chandelly Braz também usou a rede social para mostrar sua indignação: “Para o juiz, ele não foi violento e nem ameaçou a vítima”, escreveu a atriz.

Giovana Antonelli foi outra que se manifestou: “Será que essa pessoa tem filhos/ filha?”, perguntou a atriz.

Mariana Leão, apresentadora do programa Melhor Pra Você, exibido pela Rede TV!, foi incisiva: “Sr. Juiz, e se ele fizesse isso na sua filha?”, questionou.

“Como assim? Onde vamos parar?”, indagou Adriane Galisteu. O ator Juliano Cazarré reagiu com ironia à decisão do juiz: “Parabéns, sr. Juiz! O senhor conseguiu escrever o parágrafo mais absurdo da História do nosso Judiciário”, comentou.

“Tô sem saber o q escrever na legenda…”, escreveu a atriz Fernanda Rodrigues. Thaila Ayala também se manifestou na rede social: “Queria postar uma foto linda e feliz mas tá difícil! Pra onde a humanidade está caminhando?”, escreveu.

“Loucura”, protestou Elizabeth Savalla. José Loreto também se pronunciou, seguido de Luiza Possi, Sônia Abrão e Sarah Oliveira.

As atrizes Alessandra Negrini e Sabrina Petraglia, e a cantora Mart’nália compartilharam a foto do homem e manchetes do crime e também se posicionaram contra a decisão do juiz. A lista segue com Maria Rita, Débora Nascimento, Bruna Linzmeyer, Fafá de Belém, Eliana, Maria Ribeiro e muitos outros.

Preso em flagrante na terça-feira (29/08), Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, foi levado ao 78º DP, na região dos Jardins, e solto 24 horas depois. De acordo com informações do G1, o homem tinha outras cinco passagens por crimes sexuais, mas nunca foi levado a julgamento.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, a vítima, Cíntia Souza, falou sobre o caso, e mostrou-se profundamente frustrada com a decisão do juiz: “É um absurdo. Estou me sentindo um lixo. Porque eu não fui constrangida… para a Justiça eu não fui constrangida”, disse, chorando.

pescoço quente

Uma publicação compartilhada por Débora Nascimento (@debranascimento) em

meu estômago sangra com tudo isso. é estupro sim.

Uma publicação compartilhada por bruna linzmeyer (@brunalinzmeyer) em

#éestuprosim #precisamosfalar #juntascontraoabuso #reapeitaasmina

Uma publicação compartilhada por Sabrina Petraglia (@sabrinapetraglia) em

#mexeucomumamexeucomtodas

Uma publicação compartilhada por Alessandra Negrini (@alessandranegrinioficial) em

Tô sem saber o q escrever na legenda….??‍♀️? #tatudoerrado #tristeza

Uma publicação compartilhada por Fernanda Rodrigues (@ferodriguesoficial) em

Loucura!

Uma publicação compartilhada por Elizabeth Savala Casquel (@elizabethsavala) em

Se fosse com a senhora sua mãe ou sua filha??? Tenho certeza que esse parágrafo não seria o mesmo. Justiça vergonhosa.

Uma publicação compartilhada por José Loreto (@joseloreto) em

Com juízes machistas, como é que os abusos contra as mulheres poderão ter fim??? Nojo dessa impunidade! ??

Uma publicação compartilhada por Sonia Abrão (@soniaabrao) em

Veja mais notícias de famosos.

Comentários