Pastor cancelou participação de Perlla em congresso após cantora participar de roda de pagode

Perlla e o pastor Otoni de Paula, do Rio de Janeiro – Foto: reprodução/ Facebook e Anderson Luiz Fotografia

Após quatro anos na carreira gospel, a cantora Perlla decidiu voltar às origens e se dedicar ao funk.

O retorno, anunciado em junho deste ano, no entanto, vem gerando polêmica nas redes sociais.

Quando ainda era tratada como cantora evangélica, Perlla teve sua participação em um evento promovido pela igreja Missão Vida, em julho, cancelada puramente por ter “participado de uma roda de pagode”.

No Facebook, o pastor Otoni de Paula, do Rio de Janeiro, publicou um comunicado para explicar o afastamento da cantora, e acabou gerando ainda mais polêmica em torno do assunto ao dizer que de “uma fonte não pode jorra dois tipos de água”.

“Comunico que estou suspendendo a ida da cantora Perlla no congresso de adolescentes de nossa igreja, que será realizado normalmente para a glória de Deus. O motivo é que na semana passada a cantora estava em uma roda de pagode e isso chegou ao meu conhecimento (…) Como pastor tenho um compromisso com o rebanho do senhor”, iniciou Otoni.

“Como poderei amanhã corrigir algum adolescente que participe de uma roda de pagode, se eu permitir uma cantora evangélica, que faz isso, subir no altar da igreja que sou pastor? (…) Meu respeito a pessoa da cantora Perlla, mas de uma fonte não pode jorra dois tipos de água. Não negocio no altar”, completou.

Na rede social, o pastor manteve-se firme, mas dividiu opiniões. Muita gente criticou sua postura, e houve quem elogiou:

“Parabéns pela sua atitude! Isso sim é ser um verdadeiro pastor que se preocupa com o rebanho!”, disse um internauta. “Atitude louvável! Parabéns meu amigo, isso só aumenta minha admiração por você”, comentou outro. “Pastor Otoni eu já o admirava, agora o admiro ainda mais”, escreveu mais um.

Os defensores de Perlla também entraram em ação, e questionaram a postura de Otoni

“Gente, pelo amor de Deus, Será que Deus realmente esta preocupado com o tipo de música você canta?!”, questionou uma internauta. “Que triste! Mas temos que colocar na balança”, disse outra. “Você não tem noção de quantas almas foram salvas através da vida da Perlla, ore mais e julgue menos”, opinou outro.

Na roda de pagode, Perlla cantou gospel. O que você acha da atitude do pastor?

Comentários