Ex-dançarina do É o Tchan! faz nova acusação contra Compadre Washington: “Ele está me perseguindo”

Joyce Mattos acusa Compadre Washington de perseguição – Foto: Reprodução/ Instagram

A dançarina Joyce Mattos, que até janeiro deste ano trabalhava no grupo É o Tchan!, contou que está sendo perseguida por Compadre Washington.

Em janeiro de 2017, ela e a companheira de palco, Zanza Pereira, gravaram um vídeo para reclamar da forma como estavam sendo tratadas pelo músico.

Na época, as duas alegaram que haviam sofrido agressões físicas praticadas por Compadre Washington nos cinco anos em que permaneceram no grupo.

Nesta sexta-feira (26/05), Joyce revelou ao jornal O Dia que o músico está tentando impedir suas participações em programas de TV com a Mina Loka, sua nova banda.

“Compadre Washington está me perseguindo! Ele liga para as emissoras de TV para me barrar nos programas”, contou Joyce.

À publicação, a dançarina contou ainda que o músico entrou com uma queixa-crime contra Joyce por calúnia e difamação há cerca de dois meses:

“Ele ousou dar uma queixa de mim em uma delegacia da Bahia por calúnia e difamação alegando que eu falei mentiras sobre ele. Ninguém da empresa É O Tchan do Brasil veio reclamar comigo ou dar queixa de mim porque tudo o que estou reclamando é verdade. E eu tenho provas”, completou.

Procurada, a assessoria de imprensa de Compadre Washington declarou que não pode se pronunciar porque o caso está no âmbito judicial.

Comentários