“Tinha torcida para acabar”, diz Marília Gabriela, ao relembrar casamento com Gianecchini

Marília Gabriela com o jornalista Marcelo Bonfá – Foto: Reprodução/ YouTube

Convidada do Pingue Pongue, programa para o YouTube mantido pelo jornalista Marcelo Bonfá, Marília Gabriela relembrou a época em que esteve casada com Reynando Gianecchini, e falou sobre os boatos de traição que rondou o casal na época.

“Virava e mexia, tinha uma história… ‘Ele está não sei onde’, ‘foi visto com não sei quem’, e ele estava do meu lado, e a gente lia aquilo sempre. Tinha uma espécie de torcida para o nosso relacionamento acabar. O gancho para isso, eu acredito, era o fato de eu ser tão mais velha do que ele. Isso incomodava as pessoas”, explicou.

Durante o bate-papo com Marcelo, Marília revelou que a história dos dois se transformou, e foi por isso que o casamento terminou:

“Tive um casamento felicíssimo de 8 anos, e aí acabou porque as histórias de amor se transformam. Foi um belíssimo casamento”, contou.

A apresentadora também falou sobre a carreira do ator, e disse que o rótulo de galã do marido fez com que ela fosse odiada pelas fãs:

Marília Gabriela participou do Pingue Pongue, programa mantido pelo jornalista Marcelo Bonfá – Foto: Reprodução/ YouTube

“Era começo da web e você não sabe o que as meninas escreviam para mim… Nós fomos muito felizes um ano e meio, até que o Gianecchini virou galã de novela, e aí todo mundo queria que eu morresse. Você não sabe o que foi. Era uma coisa enlouquecedora mesmo. Eu tive que mudar de telefone, de casa. Foi barra. Ao contrário do que as pessoas pretendiam, essa perseguição nos grudou mais. Nós nos protegemos muito de tudo isso juntos”, continuou.

Solteira há dez anos, Marília Gabriela deu a entender que gosta de movimentar sua vida amorosa:

“Fui [namoradeira]. Muito. Eu diria muito de boca cheia. Muito namoradeira. E muito feliz sendo assim. Namorei, sim. Namorei quem eu quis. E bastante. Eu sou geminiana. Sou um pouco galinha. Era, quero dizer”, completou.

Veja a entrevista na íntegra no canal de Marcelo Bonfá no YouTube.

Comentários