“Não pretendo ser mãe solteira”, diz Karina Bacchi, após produção independente

Karina Bacchi optou por inseminação in vitro por medo de não engravidar naturalmente – Foto: Reprodução/ Instagram

Grávida de 4 meses após fertilização in vitro, a famosa “produção independente”, Karina Bacchi contou que não pretende ser uma mãe solteira.

Aos 40 anos, a modelo e apresentadora disse ao jornal Extra que recorreu ao método por medo de não conseguir engravidar naturalmente, após uma operação que havia feito.

“Eu tinha operado e corria até o risco de nunca engravidar. Não poderia arriscar por mais tempo, por conta da minha idade, e tinha me separado… Não queria sair pela rua e encontrar qualquer um só para fazer um filho. Achei que o doador seria mais seguro”, explicou.

Karina Bacchi optou por inseminação in vitro por medo de não engravidar naturalmente – Foto: Reprodução/ Instagram

À publicação, Karina revelou que sabe bastante coisa da vida do pai biológico de seu filho, e que não pretende esconder nada do filho:

“Sei muita coisa sobre a vida dele, a família dele… E não vou esconder nada se um dia o meu filho perguntar”. disse.

Aos quatro meses de gestação, Karina revelou que não pretende ser mãe solteira. Disse que deseja encontrar um marido para formar família, e ainda ter mais um filho:

“Não pretendo ser mãe solteira. Quero casar de novo, mas não para dar um pai para o meu filho. Quero formar uma família para dar ao meu filho um pai com muito amor. E não só porque eu preciso de um marido”, continuou. “Gostaria de ter mais um filho, natural ou não”, completou.

Karina Bacchi optou por inseminação in vitro por medo de não engravidar naturalmente – Foto: Reprodução/ Instagram

Karina Bacchi optou por inseminação in vitro por medo de não engravidar naturalmente – Foto: Reprodução/ Instagram

Comentários