Ivete Sangalo sobre homossexualismo: ‘Se meu filho falar para mim é gay, vou dizer que maravilha’

Ivete Sangalo e Marcelo com Ana Maria Braga (Instagram/Reprodução)

Ivete Sangalo e Marcelo com Ana Maria Braga (Instagram/Reprodução)

Nesta sexta-feira (31), Ivete Sangalo se apresentará nesta em uma das festas mais badaladas do Rio de Janeiro, o Chá da Alice, que nesta edição foi rebatizado de Chá da Veveta, frequentada principalmente pelo público gls. Em entrevista coletiva, a cantora voltou a falar sobre o homossexualismo e afirmou que aceitaria se o filho, Marcelo, de 5 anos, fosse gay.

“Confesso que fico constrangida de ter que falar sobre aceitação aos gays porque o respeito é uma substância da vida. Não temos que questionar isso. Se meu filho, no futuro, falar para mim que é gay, vou dizer ‘que maravilha’. Vamos ser felizes! Ser gay não pode ser uma condenação. A pessoa nasce assim e precisa ser feliz dessa maneira”, garantiu a baiana.

Ivete disse também que o que importa é a felicidade: “O que a sua orientação sexual interfere na minha vida? Nada. Agora, se você está feliz, isso muda muito na minha vida e na sua. Felicidade é a grande tônica do meu cotidiano. Os gays merecem todo o amor e respeito do mundo”.

No Chá da Veveta, Ivete receberá Preta Gil, Anitta e Alinne Rosa de convidadas.

Vale lembrar que Cláudia Leitte, “rival” de Sangalo, em uma entrevista para o drag-queen Léo Áquila foi questionada se gostaria que o filho que estava esperando fosse gay. Então Cláudia respondeu: “Eu adoro os gays, mas prefiro que meu filho seja macho”. A afirmação causou muita polêmica na época.

Comentários