Mulher que destruiu McDonald’s nos EUA trata depressão e diz não se lembrar de nada

Sandra Suarez surtou e quebrou o McDonald's nos EUA - Créditos: Reprodução/FOX 13

A mulher que quebrou tudo em uma lanchonete da rede McDonald’s baseada em Pinellas Park, na Flórida, não estava bêbada ou drogada, ela nem sequer se lembra da maioria das coisas que fez no seu “dia de fúria”.

De acordo com a polícia, Sandra Suarez, de 41 anos, resolveu destruir a cozinha do restaurante depois que um empregado da loja se negou a receber sexo oral no estacionamento do estabelecimento.

O oficial destacado para atender ao chamado contou que a mulher também expressou “desejos sexuais” ao conversar com ele.

Após o episódio, Sandra foi hospitalizada e presa em seguida, acusada de injúria e resistência à prisão. Ela pagou fiança de US$ 7.000 e foi liberada.

Mãe de dois, Sandra revelou ao canal Fox 13 que está fazendo tratamento contra depressão. Ela declarou que teve um “episódio bipolar” naquela noite e não lembra de quase nada do que fez.

Após 15 anos vivendo na Flórida, ela decidiu que voltará para a Colômbia, sua terra natal, já que sua fama repentina na internet fez a vida de seus filho piorar drasticamente.

O funcionário que publicou o vídeo no YouTube e seu supervisor foram demitidos.

Comentários